sexta-feira, 30 de março de 2012

DEIWSON FERREIRA DE MAGALHÃES-ALB-MG publica poecrônica: [ESTAMOS NA FACULDADE]







CONFERIR PÁGINA PRINCIPAL DO ACADÊMICO -GALERIA ESPECIAL:
http://academiadeletrasdobrasildeminasgerais.blogspot.com.br/2011/07/deiwson-ferreira-de-magalhaes-galeria.html








Poecrônica(1)

ESTAMOS NA FACULDADE

Estamos na faculdade;
Somos tão diferentes!
Viemos de tantos lugares!
Produtos de formações variadas
Sob influências religiosas,
Movidos pela paixão esportiva
Admiradores pela diversidade cultural
E questionadores de nossos próprios valores.

Estamos na faculdade
Alicerçados em nossas tradições
Limitados pelos conceitos
Estagnados pelos tabus
Algemado pelos preconceitos
- Opa ! Preconceito não !
É feio assumir!
Vai de encontro aos movimentos sociais
Então digamos que nos deleitamos na hipocrisia então.

Estamos na faculdade
Impulsionados, orientados ou induzidos
Mas não importa!
E como numa batalha
Muitos irão desertar,
Outros irão desistir,
Outros morrerão na praia,
Alguns se juntarão a nós.
Podemos escolher também cruzar a fronteira
E no dia seguinte...
Entrar em comunhão profunda com o travesseiro
E refestelar em calmarias.



Estamos na faculdade
Somos de tantas épocas
Idades adolescentes,
Idades maduras
Mas permeadas de sonhos.
Sorrisos infantis
E rugas cabedais;
Somos um corpo
Habitando num só ambiente....
O revoltado e o passivo,
O extrovertido e o altista,
O rebelde sem causa
A causa à procura de um fundamentalista
E o utópico nefelibata.
Mas seguindo os ensinamentos de Drumonnd
“Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas’’.

Estamos na faculdade
O berço do saber
A oficina dos propósitos eruditos.
Como discentes;
Somos semente,
Somos pólen,
Somos inócuos embriões.
Somos gente.
Gente das selvas de pedras,
Gente dos rincões,
Gente das coberturas
E gente dos aglomerados.

Estamos na faculdade
Conciliando os cuidados com filhos,
Com os afazeres do lar,
Com as contas a pagar,
Com as provas por fazer,
Com o horário do ônibus
E com a ração do poodle que acabou.

Estamos na faculdade
E tudo isso vale a pena
Vale a pena não só porque a grade curricular tem preço
É mensurável,
Tem sinônimo de cifras
Vale a pena porque existe o livre arbítrio
Vale a pena porque aprendemos
A conviver com as diferenças
Aprendemos a importância de ser diferente
E respeitamos as diferenças

Já que estamos na faculdade
Deixe a imaginação agir na irresponsabilidade
Deixe-a bater asas e provocar tsunamis
Permita que ela te remeta a um quadriênio futuro
E te mostre que
A conquista tem forma
Que a recompensa tem forma
Que a dedicação tem forma
E que cilíndrica será a forma de nossa vitória.

(1) Neologismo criado pelo autor
- Entende-se por uma construção textual
Com características de poema e crônica
Ou crônica e poema.


Magal(Acadêmico-Fundador-Efetivo da Academia de Letras do |Brasil-Minas Gerais.Emposssado em 23-08-2011)
1º Período de Jornalismo
Faculdade Estácio de Sá
Unidade – Prado / manhã
15/03/2012

NOTA:
VER ESTA PUBLICAÇÃO NA PÁGINA OFICIAL DO ACADÊMICO EM GALERIA ESPECIAL NESTE BLOG:

CLICAR NA BARRA DE PESQUISA:
DEIWSON FERREIRA DE MAGALHÃES-GALERIA DOS ESCRITORES IMORTAIS DA ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL-SECCIONAL ESTADUAL MINAS GERAIS-ALB-MG







ALB-MG SENTE-SE HONRADA! ACADÊMICO CICERO MOTERAN CONVIDA PARA LANÇAMENTO DO SEU ROMANCE DIA 20 DE MARÇO DE 2012-SERÁ UM PRAZER E ALEGRIA PARTICPAR DESTE EVENTO









PARABÉNS ACADÊMICO CÍCERO MOTERAN!
SINTO-ME HONRADA POR TER ESCRITO SEU POSFÁCIO E PREFÁCIO.
UM FRATERNO ABRAÇO SILVIA ARAÚJO MOTTA
PRESIDENTE-FUNDADORA DA ALB-MG