quinta-feira, 9 de maio de 2013

CHAMA ARDENTE DO AMOR - 

Acróstico sob encomenda - Nº 5114

Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil

-
C-Chama que arde no peito
H-Homenageia, ama, aquece,
A-Amortece mágoas, sabe perdoar;
M-Mostra a diferença imperfeita
A-A iluminar docemente as vidas...
 -
A-A lua sabe esperar; vive distante
R-Revivendo o dia do seu eclipse
D-Desejosa do amante sol vibrante,
E-Estrela que tem vergonha de amar
N-Na claridade do horizonte infindo...
T-Tudo que fazem juntos, ocultam...
E-Escuridão é cúmplice do segredo!
 -
D-Do verão, primavera, inverno ou
O-Outono não demonstram ter medo!
 -
A-As diferenças são compreendidas;
M-Moldam prazeres para aceitação:
O-Orgulham-se das emoções vividas
R-Realimentam cores e sensações.
-
Belo Horizonte, 9 de maio de 2013.
-
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/4282693
 
---***---


 AMOR CRESCE COMO UMA CHAMA
-
Acróstico sob encomenda Nº 5115
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
A-Amar é algo inexplicável:
M-Muito lindo no início e meio...
O-O fim é descartável como fumaça...
R-Receio criado pela desconfiança!
 -
C-Carinhos envolvem olhares,
R-Respiram e suspiram ao ritmo...
E-E sonham chegar aos ares...e
S-Sentir a brisa doce a passar!
C-Com pouco tempo, tudo é rotina
E-E a terra resseca o sentimento,
 -
C-Consegue perder a guerra do sexo!
O-O entusiasmo que antes atraiu
M-Muito forte, em dor encerra
O-O fraco pulso, de quem traiu
 -
U-Um [pulo do gato] passa a
M-Mostrar as unhas bem feitas,
A-Afiadas da triste realidade;
 -
C-Cultivo da amizade sincera leva
H-Humanidade comprovar o jogo
A-A decepção da velha estação
M-Mas a verdade faz apagar a chama
A-Acesa que cresce quando há perdão.
-
Belo Horizonte, 9 de maio de 2013.
-
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/4282751
---***---

QUANDO O AMOR APAGA A CHAMA


-
Acróstico sob encomenda Nº 5116
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
Q-Quantas vezes fico a observar pares...
U-Um casal fica sempre agarradinho
A-Aos olhares estranhos nos bares;
N-Não se intimidam com o risinho!
D-De outras vezes, no Restaurante
O-O casal calado lê o cardápio;
 -
O-O garçon entende o tom sussurante:
 -
A-Às vezes nem se olham nos olhos...
M-Muitos pagam a conta, sem nada falar!
O-Outros jovens, em grupo flutuante
R-Religam e ligam celulares, sem parar!
 -
P-Palavras não falam, fumam e bebem!
E-Entre os casais, clássicos amantes,
R-Retribuem beijos, dançam e riem...
D-Dia seguinte, trocam seus pares,
E-E novos amores querem provar!
-
A-A chama do AMOR quando
 -
C-Consegue ser apagada, não
A-Há fósforo, nem guindaste,
 -
C-Capaz de avivar o amor ardente
H-Humano, nem isqueiro ou pranto,
A-Angústia, justificativa ou reclamação:
M-Morta a chama, torna-se cinza,
A-As brasas com água tornam-se carvão.
-
Belo Horizonte, 9 de maio de 2013.
-
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/4282816
---***---