sábado, 7 de setembro de 2013

SETE DE SETEMBRO DE 2013- PODEMOS CANTAR: {BRASIL TEU POVO É FORTE COMO É GRANDE A TUA TERRA}



-
CANTAR PARA VIVER
Letra: Sylvio Salema
Música: Heitor Villa-Lobos
 
Brasil!
Teu povo é forte.
Como é grande a tua terra.
Brasil!
Em tuas grandes matas verdes,
Canta a passarada
Em gorjeios mil!
Queremos com alegria
Do trabalho e do saber,
Saudar,
O céu, nossa linda  terra,
Nosso verde mar,
Queremos com prazer cantar.
As nossas praias brancas,
Que as ondas vêm beijar,
Lembram os homens fortes,
Que vivem a pescar.
Cantar é saber
Viver pelo Brasil,
Para ensinar ao povo varonil
Que esta terra forte
Há de ser nossa até morrer,
Porque nos viu nascer!...
-//-
AQUARELA DO BRASIL
Letra e música : Ary Barroso
  -
Brasil ! Meu Brasil brasileiro,
Meu mulato inzoneiro,
Vou cantar-te nos meus versos...
Ô Brasil, samba, que dá
Bamboleio, que faz gingá.
Ô Brasil, do meu amor,
Terra de nosso senhor.
Brasil! Brasil!
Pra mim... Pra mim...
Ô abre a cortina do passado,
Tira a mãe preta do serrado,
Bota o rei Congo no congado,
Brasil! Brasil!
Deixa, cantar de novo o trovador,
À merencória luz da lua,
Toda a canção do meu amor...
Quero, ver a “Sá Dona” caminhando,
Pelos salões arrastando
O seu vestido de rendado
Brasil! Brasil!
Pra mim...Pra mim...
Brasil! Terra boa e gostosa
Da morena sestrosa
De olhar indiscreto.
Ó Brasil, verde que dá
Para o mundo se admirar
Ô Brasil do meu amor,
Terra de Nosso Senhor.
Brasil! Brasil!
Pra mim...Pra mim...
Ô esse coqueiro que dá coco,
Oi onde amarro a minha rede
Nas noites claras de luar.
Brasil!Brasil!

Ô oi essas fontes murmurantes
Oi onde eu mato minha sede
E onde a lua vem brincar
Oi, esse Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil brasileiro,
Terra de samba e pandeiro.
Brasil! Brasil!
Pra mim... Pra mim...
-//-







 
 


HINO NACIONAL BRASILEIRO (LETRA OFICIAL)

HINO NACIONAL BRASILEIRO (LETRA OFICIAL)


Poema:
Joaquim Osório Duque Estrada

Música:
Francisco Manoel da Silva

I
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.

Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do cruzeiro resplandece.

Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

II

Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do novo mundo!

Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
"Nossos bosques têm mais vida",
"Nossa vida" no teu seio "mais amores".

Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
- Paz no futuro e glória no passado.

Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!
-
Fonte:Portal do Governo Federal
http://www.brasil.gov.br/pais/simbolos_hinos/hinos/letrahinonacional/
Silvia Araujo Motta
Enviado por Silvia Araujo Motta em 29/11/2005
Reeditado em 18/10/2009




-//-



Soneto-clássico-decassílabo-camoniano heróico nº 2384
(Sílaba-sonora/forte na 6ª e 10ª sílabas
Rima ABBA,ABBA,CDE,CDE)

Por Sílvia Araújo Motta.

Ordem e Progresso forte esquema encerra
nos vinte e seis Estados de Nação;
em cada estrela aponta a posição
da mãe que embala os filhos desta terra.

Se for preciso ir, à luta, à guerra,
os brasileiros vão buscar a ação
e defender o nosso bel torrão,
seja onde for, no mar, no ar, na serra...

Brasília traz Distrito Federal:
mais uma estrela mostra, com certeza,
no espaço azul-celeste, toda ornada.

No pavilhão com verde nacional,
cor amarela do ouro tem grandeza
que representa nossa Pátria amada.
-
Belo Horizonte, sete de setembro de 2007,
185º aniversário da Independência do Brasil.
-----------------------------------------------------
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/4470779