sábado, 28 de setembro de 2013

SILVIA ARAÚJO MOTTA TEM POEMA DESTACADO-AS PRIMAVERAS TRAZEM VIDA NOVA

-



AS PRIMAVERAS TRAZEM NOVA VIDA

-
Soneto-sáfico-heróico n.º 2702
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
--
Tempo de outono; a  folha cai ao chão;
vai para o lixo; fica seca aos cantos,
logo apodrece, triste sem ilusão,
só vira adubo, perde seus encantos...
--
E lá no escuro, chora e quer razão,
pois sente frio, não tem mais seus mantos;
Depois da chuva, segue em contramão
e fertiliza o solo, seca os prantos...
--
Mas a semente chega à terra arável,
entre os estercos mora até brotar
a LINDA FLOR  que traz a cor estável...
--
E no buquê de sonhos é escolhida!
No aniversário canta e quer dançar:
-As primaveras trazem nova vida.

-


ESTRADAS FLORIDAS 
Semeei TULIPAS colhi felicidade na Estrada Florida)
-
Poema-Acróstico Nº 3098 ( 8º da Série)
Por Sílvia Araújo Motta
-
E-É nas cinzas que Fênix chamada,
S-Sobreviveu porque foi procurada...
T-Tantas noites tive que buscar do nada,
R-Recomeço para novas esperanças;
A-A volta ao caminho antigo, tentei!
D-Dias e noites procurei de forma alada;
A-A fogueira já estava apagada;
S-Sementes lancei em novo terreno.
-
F-Fiz, até, outro percurso, acredita?
L-Linhas cruzaram minha opção;
O-O caminho da plena liberdade
R-Reflete aceitação e simplicidade;
I-Instantes passei a valorizar;
D-Dormia, após muitas orações para
A-A longa espera do viver em paz;
S-Semeei TULIPAS,então,colhi felicidade.



-