sábado, 15 de fevereiro de 2014

ALB PRECISA DE PRESIDENTES COM TEMPO DISPONÍVEL PARA DEDICAÇÃO! VALE A VERDADE DIANTE DE IMPEDIMENTOS PESSOAIS, FAMILIARES OU PROFISSIONAIS.



As presidências municipais, estaduais e internacionais, 

nomeadas pela Academia de Letras do Brasil, 

contam com total e irrestrito apoio em todos os seus projetos. 

Quando, por motivos de ordem pessoal, familiares ou profissionais, 

um presidente não consiga dar impulso ao movimento literário, 

deve este, reconhecer tal impedimento, 

entrando em contato com sua presidência imediata, 

colocando à disposição a prerrogativa de presidente. 

Poderá ainda,

 mantido o privilégio de presidente pró-tempore ou fundador daquela seccional, 

em comum acordo com a ordem hierárquica imediata,

permitir que esta nomeie um presidente executivo, 

para dar continuidade nos projetos e ideais em linha de consecução. 

Assim está ocorrendo, como exemplo, 

em uma das Seccionais Internacionais presididas pelo escritor Carlos Venttura, 

onde, uma de suas presidentes, com muitos compromissos, 

ainda que Presidente Fundadora, dará lugar à presidência, 

a um presidente executivo, indicado 

e nomeado pela Presidência da ALB/EUROPA. 


Tudo, sem quaisquer atritos ou desarmonias, 

objetivando apenas o bem comum e coletivo 

(Mário Carabajal).