quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

ILHA DE COTIJUBA, BELÉM, PARÁ - CRIANÇA ACORDA NO MEIO DE SEU VELÓRIO, SENTA NO CAIXÃO E DIZ: "PAI, ÁGUA"



CRIANÇA DO CAIXÃO QUIS ÁGUA EM SEU VELÓRIO?Acredite se quiser!
-
Acróstico-informativo nº 5538
Por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
C-Confirmar verdade? Não posso!
R-Reafirmar se EU acredito? Sim!
I-Investigação da Polícia Civil de Pará,
A-Apresentou, na Ilha de Cotijuba/Belém;
N-Nesse registro, dados para avaliação!
Ç-Com grande divulgação na mídia,
A-A CRIANÇA de 2anos e 7 meses...
 -
D-Dentro do próprio VELÓRIO, acordou!
O-O caso foi testemunhado por amigos!
 -
C-Contradições? Especulações foram ditas!
A-A criança Kelvys Simões dos Santos estava
I-Internada no Hospital Abelardo Santos:
X-X da dúvida:_Em Icoaraci, registrado
Ã-Atestado de óbito, no Distrito de Belém.
O-O 1º falecimento ocorreu dia 01/06/2012.
 -
Q-Quarta-feira, dia 6/06/2012, da lembrança,
U-Uns depoimentos feitos por algumas pessoas...
I-Insistiram {terem visto a criança do caixão
S-Se mexer, durante o próprio velório...}
 -
Á-A moradora da Ilha chegou a afirmar e
G-Garantir que {deu água que a criança pediu}.
U-Um Boletim de Ocorrência abriu inquérito:
A-Apurar o caso? Criança foi enterrada 2/6/2012!
---ACREDITE, SE QUISER E SE PUDER!---
-
Fonte:
http://www.clicksergipe.com.br/blog.asp?postagem=61426
-
Outras Publicações:
http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2012/06/caso-de-menino-que-teria-levantado-do-caixao-pode-ser-uma-especulacao.html
-*-
---AOS LEITORES:
-Vocês souberam de outros corpos humanos que mexeram no caixão, durante o velório? Onde? Quando? Nome do(a) falecido(a)? Qual o link da Notícia na internete?  Acredita ou não? Enviar fatos identificados para setor de pesquisa, via Email: clubedalinguaport@gmail.com
-
Belo Horizonte, quinta-feira, 7de fevereiro de 2014.
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/4708271

-

ILHA DE COTIJUBA, BELÉM, PARÁ - CRIANÇA ACORDA NO MEIO DE SEU VELÓRIO, SENTA NO CAIXÃO E DIZ: "PAI, ÁGUA"
7/6/2012
-
Uma criança de dois anos acordou, sentou no caixão e bebeu um copo de água durante seu próprio velório no sábado (2), em Belém, segundo parentes e pessoas presentes no local. Depois disso, o menino Kelvys Simão dos Santos foi levado para o hospital, mas chegou morto.
A Polícia Civil do Pará investiga se houve erro médico na declaração da "primeira morte", mas, na ilha de Cotijuba, em que o fato ocorreu, há quem diga que foi um milagre ou algo sobrenatural. Havia cerca de 50 pessoas no velório.
Kelvys foi internado em um hospital estadual com febre e falta de ar na sexta-feira (1). À noite, o hospital constatou a morte da criança. A declaração de óbito aponta como causa da morte insuficiência respiratória, broncopneumonia e desidratação.
As cavidades de seu corpo foram tamponadas e Kelvys foi colocado em um "lençol de cadáver", que é uma espécie de saco plástico, para depois ser levado à funerária.
Segundo o hospital, ele passou cerca de três horas sem poder respirar. A família, porém, diz que retirou os algodões de suas narinas e boca e abriu o saco plástico.
Durante o velório, segundo a pastora Maria Raimunda Batista, ele "estava se mexendo o tempo todo".
O pai do menino, o agricultor Antônio dos Santos, diz que por volta das 14h as pessoas presentes começaram a fazer massagem cardíaca no menino, até que ele cuspiu restos de algodão que haviam sido colocados em sua boca.
Logo depois, diz, o menino sentou no caixão e disse "Pai, água".
"O povo entrou em pânico, a avó dele desmaiou. O pai e a mãe dele ficaram muito felizes", disse a pastora. O menino foi levado ao hospital imediatamente, segundo o pai, mas já chegou morto.
-
INVESTIGAÇÃO
O pai do menino diz acreditar que a criança reagiu aos medicamentos que haviam sido dados no hospital na tentativa de ressuscitá-lo depois que o óbito já havia sido declarado, e por isso acordou no velório.
A direção do hospital afirmou, em nota, que só será possível esclarecer o episódio caso o corpo da criança seja exumado.
De acordo com a Polícia Civil, a depender dos depoimentos colhidos na fase preliminar da investigação pode ser determinada a abertura de inquérito e feito o pedido de exumação.
O hospital deixou a investigação a cargo da polícia. "Se a criança estivesse viva, ela não ia aguentar ficar tanto tempo tamponada. Por isso que achamos estranho e queremos também uma explicação", afirmou a diretora do Hospital Regional Abelardo Santos, Vera Cecim.
Fonte:
-

O MENINO BRASILEIRO QUE SENTOU NO CAIXÃO DE SEU PRÓPRIO FUNERAL E PEDIU ÁGUA.
-
Um menino, de dois anos de idade, sentou-se no caixão e pediu água antes de colocar para baixo novamente sem vida.
Em um caso que parece quase incrível demais para ser verdade, ORM afirmou que Kelvin Santos parou de respirar durante o tratamento para pneumonia em um hospital em Belém, norte do Brasil, mas uma hora antes de seu previsto funeral, o menino, aparentemente, sentou-se no caixão e disse:
 "Papai, quero água!" .
O pai do garoto, Antonio Santos, disse: "Todo mundo começou a gritar, não podia acreditar em nossos olhos. Então pensamos em um milagre havia acontecido e nosso menino tinha voltado à vida. Então Kelvin apenas se deitou, da maneira como ele estava. Nós não podíamos acordá-lo. Ele estava morto de novo. " 

Ele foi declarado morto às 19:40h em uma sexta-feira à noite, e seu corpo foi entregue à sua família em um saco plástico . Devastou a família da criança levou-o para casa, onde os parentes de luto realizada uma vigília durante toda a noite, com o corpo do menino colocado em um caixão aberto.

Mr. Santos correu o filho de volta para o Hospital Abelardo Santos, em Belém, onde os médicos reexaminado o menino e confirmou que ele não tinha sinais de vida. A família do rapaz decidiu adiar o funeral por uma hora na esperança de que ele acordaria novamente, mas acabou enterrando-o em 17:00h desse dia em um cemitério local
-//-

http://atualidadesmaisdicas.blogspot.com.br/2013/10/10-pessoas-que-acordaram-apos-serem.html
-
http://tablet-magazine-atualidadesmaisdicas.blogspot.com.br/2013/10/10-pessoas-que-acordaram-apos-serem.html

-