domingo, 20 de abril de 2014

ACADEMIA DAS ARTES CULTURA E LETRAS DE MARATAÍZES E DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CONVIDA PARA SOLENIDADE DIA 10 DE MAIO DE 2014




-

Academia das Artes, Cultura e Letras de Marataízes e do Estado do

Espírito Santo(Academia Marataízense de Letras)


Idealizadores e fundadores-Dona Bárbara Pérez,grã mestra da

poesia e Dom Hudson Giovanni,grão mestre das artes

Patrono: poeta Narciso Araújo

Presidente de Honra: Raul Sampaio

Fundação: 17 de Outubro de 2009.

-//-




CNPJ nº15.003.311/0001-81
Sede provisória Rua Pedro Sousa Maia,263,Apt.101-
Bairro Arraias-Marataízes-ES
CEP:29345-000.

-

Parabéns Acadêmica-Presidente BÁRBARA PÉREZ,
Gostei da MENSAGEM nas entrelinhas do seu POEMA.
Parabéns!



Um pouco
pouco me tenho
pouco eu sou
desejo tão pouco
do pouco que me resta
lamento as quantidades
dos imóveis
dos moveis
das viciadas ofertas
do bem material
pouco se leva...
da vida tão vivida
do pouco que quero
quero viver intensamente
cada pouco que tenho de vida
levando tão coisa
deste vida vivida
A POESIA
Intensa e pura
ornada em tão pouca coisa
que dá vida e felicidade.
Bárbara Pérez

-//-

II CONCURSO NACIONAL DE POESIAS ‘NARCISO ARAÚJO’.

ACADEMIA DE ARTES, CULTURA E LETRAS DE MARATAÍZES (ES).

Resultado: 5 de março de 2014

BANCA EXAMINADORA:
André Luís Soares.
Joselyce Teodoro.
Luiz Antonio Damasceno.
Maria Dolores Pimentel de Rezende.
Marlúcia Brandão.

Colaboradores:
Lucas Luis Teodoro de Oliveira.
Matheus Teodoro de Oliveira.
Thiago Arruda Coelho.
.

A Academia de Artes, Cultura e Letras de Marataízes (ES) entrará em contato com os vencedores para informar a data da premiação e deliberar sobre a questão do transporte para que possam comparecer ao evento.

SER POETA – Primeiro Lugar.
(Eliana Ruiz Jimenez – Balneário Camboriu/SC)

POEMA DA MENTE – Segundo Lugar.
(Alberto José de Araújo – Rio de Janeiro/RJ)

PERPLEXIDADE – Terceiro Lugar.
(Giovanna Carla Silva de Oliveira – Brasília/DF)


-//-



II CONCURSO NACIONAL DE POESIAS ‘NARCISO ARAÚJO’.
ACADEMIA DE ARTES, CULTURA E LETRAS DE MARATAÍZES (ES).

SER POETA – Primeiro Lugar.
(Eliana Ruiz Jimenez – Balneário Camboriu/SC)
.
Ser poeta é tão somente ser criança,
com o joelho eternamente machucado.
É correr pelo terreno capinado
e procurar no concreto envelhecido
a flor do campo nascida num jazigo.

É libertar-se mesmo preso a convenções,
sorver o sumo de fugazes alegrias.
É desfrutar de sentimentos sem razão
e inventar que borboletas fugidias
podem enfim centrifugar o coração.

É relembrar de seduções que não viveu
em tempos idos de tornozelos escondidos
com carruagens de trotes compassados,
levantando a poeira enquanto os anos
vão desfocando os flashes do passado.

É sentir o vento fresco num deserto
e calafrios onde o sol brilha ou deveria.
Apropriar-se de vidas outras, divergentes,
e em breve êxtase transpor à poesia
o que não sente ou o que sentirá um dia




-//-

-