domingo, 20 de abril de 2014

ANLPPB-ACADEMIA NACIONAL DE LETRAS DO PORTAL DO POETA BRASILEIRO CONVIDA PARA SOLENIDADE DE 26 DE ABRIL DE 2014-CAMPINAS-SÃO PAULO

-










ACADEMIA NACIONAL DE LETRAS
DO PORTAL DO POETA BRASILEIRO
-
Acróstico especial n°  5411-
Por Silvia Araújo Motta/BH/Brasil
-
A-ANLPPB, Academia Nacional  de Letras
C-Criada em dezembro de 2012, com amor,
A-A partir da idealização para atingir várias metas
D-Do Portal do Poeta Brasileiro, cumprir objetivos,
E-Escolher líderes  em todos os Estados do Brasil,
M-Marca  a  VALORIZAÇÃO DO POETA VIVO,
I-Indo além de divulgar a Arte Poética do escritor,
A-Ao descobrir dos abraços na união  de culturas,
 -
N-Nas diversas trajetórias, com voz e vez no sabor
A-Alcandorado das descobertas artísticas e sociais,
C-Compartilhadas, inicialmente por vias  virtuais,
I-Importantes para os contatos de identificação:
O-O Portal do Poeta Brasileiro conta atualmente com
N-Número significativo de cinco mil poetas atuantes;
A-A primeira Reunião Itinerante foi na Região Sudeste,
L-Lembramos do sucesso do I Encontro, em São Paulo;
 -
D-Depois foi organizado o II Encontro da ANLPPB,
E-Em Londrina, na Região SUL; em Julho,  grande êxito.
 -
L-Levados pelo incentivo de novas perspectivas
E-Estamos nesta Região Nordeste, em Maceió/Alagoas;
T-Toda a programação marcada pela Paz Poética.
R-Recepção no Hotel Holyday Inn, dia 1/11/2013,
A-A partir das 10:00h até 17:00h, várias alternativas,
S-Solidariedade, VI Bienal Internacional do Livro  de Alagoas:

 (*) De 25/10 a 3/11/2013-Centro Cultural  Ruth Cardoso:
com ênfase para destacar o ANO DE PORTUGAL NO BRASIL
E DO BRASIL EM PORTUGAL-desde  os Trovadores  portugueses,
ao Cordel. Enunciado-Chave da  Profa. Stela Lameiras:
"Descobrir  nas palavras a magia do sentidos".
-
D-Depois do Jantar, na PRAIA PONTA VERDE,
O-O chamamento à realidade na Caminhada Poética:
 -
P-Poetas conhecidos ouvem, convidam, aplaudem...
O-Os Poetas presentes na lindíssima orla tão azul...
R-Retorno ao Hotel Inn. Todos os comentários
T-Traduzem o entusiasmo e se preparam para
A-Ação de sábado, dois de novembro de 2013.
L-Logo às 10:00h. Todos na PARIPUEIRA:
 -
D-Definição concreta do Sarau ao Sabor da Maré!
O-O lindo local é apropriado para declamação.
 -
P-Praia!  Sol! Água de coco! Almoço!  Realidade!
O-O ambiente flui amizade  na brisa a  cantar!
E-Em Auditório do Centro de Convenções, solenidade!
T-Todo o Cerimonial preparado para entregar
A-As honrarias e empossar NOVOS Acadêmicos.

(*)Entre os neoacadêmicos da noite especial:
empossada como MEMBRO EFETIVO Sílvia Araújo Motta/BH/MG.
 -
B-Belas rosas douradas!  Nota-se a organização de Aline
R-Romariz que mostra competência e eficiência!
A-A Equipe Administrativa troca experiência com autores.
S-Somos Acadêmicos empossados de vários Estados!
   (*) Em nosso fardão, o galho bordado com a rosa dourada!
I-Inesquecível artista-violonista, agradou aos participantes:
L-Longos aplausos dos solteiros, casados acompanhados de suas
E-Esposas! Poesia-Arte-Respeito à Dignidade da Pessoa Humana!
I-Inicia-se às 10:00h do dia 3 de novembro,  domingo,  na Sala
R-Rosália! Avaliação Positiva de Projetos.  Despedida Poética!
O-O espaço de Vera Romariz trouxe  uma chave de ouro!                                                                                              ---PARABÉNS A TODOS!---
Maceió, Alagoas, Hotel Holyday Inn, Bienal do Livro de  Alagoas/2013.
-//-
Email: clubedalinguaport@gmail.com
-
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/4554831

-

SER OU NÃO SER? LIÇÃO QUE TRAZ QUESTÃO:
TO BE OR NOT TO BE!
(William Shakespeare in HAMLET, Ato III, Cena 1-(*1564) (†1613)
-

Soneto-clássico-sáfico-heróico nº 4780
Rimando ABAB-ABAB-CDC-CDC
Sílabas fortes: na 4ª, 6ª, 8ª e 10ª sílabas.
Mensagem-final no 14º  VERSO,
com apenas DEZ sílabas não gramaticais.
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
Ser ou não ser? Lição que traz questão:
Hamlet traduz, no ATO três põe cena:
TO BE OR NOT TO BE exige ação…
Tragédia grega que na espada encena;
-
Na luta armada, morte vem... que pena;
perpassa o espaço; o tempo dá razão?
É que não cobre a tez de forma amena,
vingança não se faz com própria mão.
-
Na sociedade tem questões políticas,
amor, traição, inveja, dor fatal...
Dilemas surgem, marcam duras críticas!
-
Morrer... dormir? Sonhar transcende em mente?
Crânio à mão gerou a luz total:
-{A decisão só deve ser consciente.}
-
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil,

---***---

METODOLOGIA USADA:
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
Ser ou não (ser) li(cão) que (traz) ques(tão)
Hamlet tra(duz), no (A)TO (três) põe (ce)na:
TO BE OR (NOT) TO (BE) e(xi)ge a(ção…)
Tragédia (gre)ga (que) na es(pa)da en(ce)na;
-
Na luta ar(ma)da, (mor)te (vem)...que (pe)na;
perpassa es(pa)ço; o (tem)po (dá) Ra(zão?)
É que não (co)bre a (tez) de (for)ma a(me)na,
vingança (não) se (faz) com (pró)pria (mão.)
-
Na socie(da)de (tem) ques(tões) po(lí)ticas,
amor, trai(ção), in(ve)ja, (dor) fa(tal...)
Dilemas (sur)gem, (mar)cam (du)ras (crí)ticas:
-
Morrer... dor(mir?) So(nhar) trans(cen)de em (men)te?
Crânio à (mão) ge(rou) a (luz) to(tal)
-A deci(são) só (de)ve (ser) cons(cien)te.
-
Belo Horizonte, 3 de janeiro de 2013.
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/4063465
---***---


ROSAS NÃO DEVEM SER COLHIDAS DO JARDIM
-
Soneto-clássico-sáfico-heróico nº 4.996
Rimando nos versos abab-abab-cdc-ede
Clássico na 4ª, 6ª, 8ª e 10ª sílabas fortes.
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
Gosto de ver a Rosa cor-de-rosa,
por isso, vim contar-lhe meu segredo:
-Sendo regada fica mais airosa...
Atenção para não tocá-la ao dedo!
-
Rosa Amarela mostra mais cheirosa
se receber nos pés, só água cedo...
Quando plantada fica mais dengosa,
apaixonada prova ter enredo.
-
A Rosa Branca perde seu encanto
a cada dia, sofre, por descasos...
se for colhida, murcha esconde o pranto!
-
Jardim é belo, quando bem cuidado!
Não quero mais ver flor morrer nos vasos...
Rosa Vermelha lembra meu passado
-



QUE É POESIA?
-
Soneto nº 4265 decassílabo-sáfico-heróico,
Ritmo clássico na 4ª, 6ª, 8ª e 10ª sílabas,
Rimado ABAB, ABAB, CDC, CDC.
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
Poema traz a rima em livro aberto,
clássico, mede tudo que contém;
na melodia encanta, mas decerto
modernos versos, livres são também.
-
O sentimento mostra o tempo certo
das emoções que o ser humano tem,
pode exprimir tristeza, dor por perto
ou na alegria, rindo sempre vem.
-
Põe na esperança e fé, perdão real;
na liberdade é fio que conduz
a humanidade crer, ao ver natal.
-
Nenhum autor consegue dar total
definição porque é escrita em luz:
com força e paz, poesia é contra o mal.
-
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil,
Sábado de Carnaval, 18 de fevereiro de 2012.
-
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/3506168
---***---


-


SILVIA ARAUJO MOTTA-Biografia em
-
Extrato Memorial - Sílvia Araújo Motta- Nome literário.
SILVIA DE LOURDES ARAÚJO MOTTA, mineira, de Belo Vale, radicada em Belo Horizonte, há 40 anos; Presidenta do Clube Brasileiro da Língua Portuguesa há dez anos, Pedagogista, Profa.-Doutora em FILOSOFIA:PhI; Profa. de Língua e Literatura Portuguesa-Inglesa; Assessora Especial da Presidência AIPM (115 países);Cônsul de Poetas de Mundo para BH; Embaixadora Universal da Paz:France/Suisse; Presidenta-FUNDADORA-VITALÍCIA da ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL-MINAS GERAIS.Curadora do I PRÊMIO INTERNACIONAL MAC de Poesia, no Instituto Cultural Manoel Antonio de Carvalho-Cidade Jardim, Belo Horizonte-MG,em parceria com o CBLP e a Academia de Letras do Brasil-Minas Gerais. Tem Premiações com 149 Medalhas e Troféus, no total de quase 200 condecorações. É Titular entre os Onze OURIVES SONETISTAS do Brasil. Recebeu o título de RAINHA DOS ACRÓSTICOS (Guiness Book-Superação Humana); em homenagem ao seu nascimento, 6 de janeiro é o Dia Nacional do Acrosticista.Tem mais de 5000 poemas publicados em 35 livros-solo, de sua autoria. Acadêmica, Humanista, Ativista Cultural, Escritora-Crítica-Poética-Textual, Sonetista, Trovadora, Acrosticista em quatro idiomas.Coordenadora de doze Concursos de Poesia/Coletâneas e de Eventos Nacionais de relevo Internacional. Sílvia Araújo Motta tem exposição fixa, do SONETO: NATUREZA, de sua autoria, em 230 azulejos, ocupando 4,5metros na parte externa do MURO da Escola Prof. Antonio Aleixo à Av. Bandeirantes nº 2300 Alto da Av. Afonso Pena, Mangabeiras; ao lado da Praça da Bandeira-Belo Horizonte-MG-Brasil.Obra do Artista Plástico-Ceramista-Português JORGE DA COSTA PRATA.Vale ressaltar a inesquecível honraria: em 2009:Comenda-Colar do Mérito Cívico JOAQUIM JOSÉ DA SILVA XAVIER “ALFERES TIRADENTES” da Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira, em Ouro Preto, oferecida pelo Sereníssimo Grão Mestre Geral da Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira, Comendador Grão Colar Celso Rafael de Oliveira e o Prefeito de Ouro Preto Ângelo Oswaldo de Araújo Santos, em comemoração à Proclamação da República.-15 de Nov-2009. Pertence a várias Academias de Ciências Letras e Artes: ALB/MG, ALJGR-PMMG, AVPB, AVBL, AVSPE, ACLCL, ANELCA, APOLO, CAPPAZ, REBRA, UBT-BH, ABT-RJ, ALB-RJ; IWA/Ohio/USA, Venezuela, Itália, Colômbia, e outras...
·                     "A Paz é uma semente interior que contribui para a colheita do fruto universal"
·                     clubedalinguaport@gmail.com

-//-

NOSSA MAGNA LÍNGUA PORTUGUESA NOS CONTINENTES
-
Acróstico-informativo nº 3743
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
N-Na Agenda do INSTITUTO CAMÕES, de 2001,
O-O texto apresentado por Jorge Couto, Presidente,
S-Sinalizou a importância da Edição,pelas citações:
S-Sua gratidão ao Prof. Ivo Castro, ao Luis Moreira,
A-Afirmou valor da nossa Língua, nos Continentes;
 -
M-Mais que o registro da contribuição nacional
A-Ao “Ano Europeu das Línguas”  foi tutelado,
G-Garantido pela promoção do Ministério dos
N-Negócios Estrangeiros, em defesa mundial...
A-À importância da  LÍNGUA PORTUGUESA.
-
L-Lendo “A Nossa Magna Língua Portuguesa”
Í-Indispensável é a apresentação deste “Título”
N-Nomeadamente, por lembrar Fernando Pessoa,
G-Guardando a limpidez da excelente síntese:
U-Une Documentos, com mais de oito séculos...
A-“A Notícia de Fiadores” (1175), com certeza,
 -
P-Professada por figurante da Idade Média:
O-Os -Infantes Portugueses da Dinastia de Avis-
R-Refere-se a Fernão Lopes.EM 1574,Fernão de Oliveira
T-Tantos outros; 1540: João de Barros; em 1574:
U-Um sábio Pero de Magalhães de Gândavo,
G-Ganhou a amizade de Luis Vaz de Camões...
U-Unidos aos Quinhentistas, grandes defensores e
E-Estudiosos da Língua Portuguesa, os precursores,
S-Souberam registrar valiosas e imortais lições,
A-Assinadas e prosseguidas por DUARTE
 -
N-Nunes de Leão, no séc.XVII, até Lindley Cintra,
O-Ou até mesmo no séc. XX: Celso Cunha...
S-Significativa genialidade de Prosadores e Poetas:
 -
C-Camões, Padre Antônio Vieira, Eça de Queiroz,
O-Ou brasileiros, Cecília Meireles, Machado de Assis...
N-Na universalidade contemporânea da lusofonia:
T-Timorense, Guineense, Moçambicana,
I-Incontestável contribuição Portuguesa, Angolana,
N-Notável Sãotomense, Caboverdiana,
E-Em destaque a participação Brasileira;
N-Notadamente, os registros de Macau...
T-Todos os Continentes, sobre as 100 línguas,
E-Em sexto lugar, é patrimônio de Cidadãos,
S-Sempre unidos, na cultura, dando as mãos,
-
Belo Horizonte, quarta-feira, 22 de junho de 2011.
 
-
Fonte:
-
·                     "A Paz é uma semente interior que contribui para a colheita do fruto universal"
·                     clubedalinguaport@gmail.com
-//-
UNIVERSO DA LÍNGUA PORTUGUESA
Estratégias para o Século XXI
-
Acróstico-informativo nº 3744
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
U-Universo da Língua Portuguesa foi discutido
N-No Simpósio coordenado por Palmira Marrafa:
I-Integrou à UNIVERSIDADE DE LISBOA com
V-Várias Universidades; contou com autoridades
E-Especiais de 79 Universidades Estrangeiras,
R-Revelando valores de 89 Professores atuantes e
S-Seus 49 Oradores, Embaixadores da LÍNGUA,
O-Ou melhor, defensores da Língua Portuguesa.
 -
D-Diversos TEMAS foram abordados sobre
A-A “Mudança e Diversidade de uma Língua”
 -
L-Limites e Questão do “Português-Brasileiro...”
I-Inúmeras propostas sobre o grande impacto
N-Na questão atual do “Português ao Inglês...”
G-Grandes experiências, notáveis investigações
U-Uniram-se para um  DÁLOGO FECUNDO
A-Afirmando o valor do Português no mundo.
 -
P-Problema da “Tecnologia das Línguas”
O-O valor da tradução automática online,
R-Resguardados os problemas virtuais...
T-Temas ligados ao poder da dinamização
U-Uniforme das sessões para contribuições...
G-Gerou apresentação sobre “Língua e Literatura”
U-Um espaço para “Língua e Cultura”, “Didática
E-E Gramática” na abordagem problemática,
S-Socializadora sob vários aspectos bilingues...
A-Afinal, nossa LÍNGUA tem valor universal.
-
Belo Horizonte, quarta-feira, 22 de junho de 2011.
-
-//-

MALA DA ALEGRIA...NA LIÇÃO DE CHARLES CHAPLIN:
SORRI, QUANDO A DOR TE TORTURAR...
-
Poema com Versos Livres nº 3737
Por Sílvia Araújo Motta
-
Na lição de Charles Chaplin, a vida
é  Peça Teatral sem tempo para ensaiar..
Conhecendo deveres, tenho certos direitos
de tentar acertar e, depois recomeçar...
Eu me entrego às ações, de corpo e alma...
 
Aceito erros, reconheço meus defeitos...
Nem sempre posso ganhar as palmas!
Alguma autoridade chega apagar a luz...
O palco fecha a cortina! Traz-me decepção!
Caio, sofro e pego o fio que me conduz.
 
Levanto-me pronta para uma nova ação.
E faço quase TUDO, de forma integral.
Recordo-me dos erros, sei acertos somar!
Gosto de dar sempre meu retoque pessoal.
Sou feliz, porque vou por vários caminhos,
 
Atalhos plenos de coragem e de ousadia,
por isso, é que encontro muitos sozinhos
e para acalentá-los, levo a Mala da Alegria
para doar, trocar sorrisos e fraternos abraços!
Cultivo a felicidade e na cultura faço laços.
-
Belo Horizonte, sábado, 18 de junho de 2011.
-//-
·                     "A Paz é uma semente interior que contribui para a colheita do fruto universal"
·                     clubedalinguaport@gmail.com
-//-





Acadêmica Francilangela Clarindo

-//-


SAIBA MAIS SOBRE ANLPPB

RCT entrevista Aline Romariz



No cenário as raízes nordestinas,na sala ampla do centro de Campinas o contraste com o colorido da terra berço. O rosto cansado de quem labuta diariamente. A rádio funcionando a todo vapor, monitorada pela poeta, ativista que com muita disposição empresta muito mais que seu amor a arte, a poesia.O telefone que toca insistentemente,poetas procurando o colo da madrinha, consultores, alguém pedindo orçamento para o seu livro. O Mercado Editorial em 2013 teve um marco inusitado. A poesia , ocupou lugar de destaque , graças a pessoas como ela, que com muita seriedade trabalha há anos para obter esse resultado tão gratificante, essa resposta resultante de muita labuta, resignação e coragem. Confeso cansar-me com as atividades dessa batalhadora.É um número bem grande de afazeres, sempre diversos que tem como protagonista o verso: a Web Rádio, a Editora,o Portal do Poeta Brasileiro,a ANLPPB ( Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro.). Estou falando de Aline Romariz. Quando nos preparávamos para a entrevista, o som do telefone avisa que ainda não seria dessa vez, e muito abnegadamente, ela conversa com Elisa, sua amiga de versos, que só depois viemos saber de quem realmente se tratava.Tudo pronto! Ela acomodou-se em seu sofá e eu pude fazer as perguntas que preparei.


RCT: Ufa! Sufoco?


AR: Que nada. Hoje até que está calmo.


RCT: Poeta, esta é sua rotina?


AR: Gostaram? Queria que com toda essa correria eu, pelo menos, pudesse emagrecer.( faz uma careta  entre olhares)


RCT: Vamos começar pela Editora Iluminatta? Três prêmios de uma só vez?


AR: Pois é! Viram? Manifesto Poético Pela Paz/ Antologia ANLPPB II/ Antologia ANLPPB III, e não só isso. Nosso primeiro Livro infantil foi credenciado pelo MEC: Um Caminho Chamado Livro de Teco Seade.


RCT: Me parece que nada disso foi comemorado.


AR: Na verdade foi, muito intimamente. Mas quando lembro de alguns comentários maldosos, quando da época da elaboração das mesmas,me vem uma certa tristeza também.Uma sensação estranha que prefiro não explicar.


RCT: A Editora é da Senhora e do Sr. David Seade, certo?


AR: Sim. É a Iluminatta que viabiliza um monte de coisas que o Portal ,por não ter pretensões comerciais, não faz.E ao mesmo tempo, dá a mim e a Teco Seade um pouco de renda, por que somos responsáveis por nossas famílias e como arrimo de família temos que comer . A Web Rádio não existiria se não fosse a Iluminatta. Muitos poetas não fariam parte da ANLPPB se não fosse a Iluminatta.


RCT: Como assim? Pode explicar melhor?


AR: Há uma parte guardada no numerário da Editora para viabilizarmos tudo isso.


RCT: O pessoal que faz parte do Portal tem ciência disso?


AR: Já foi várias vezes dito e "redito". Se quiser dizer, fique à vontade.


RCT:E por que surgiu a ANLPPB?


AR: Com o intuito de fazer líderes em estados da união, que divulguem nossos trabalhos e projetos e sobretudo a nossa meta que é a valorização do poeta vivo.


RCT: Quantos são na ANLPPB?


AR: 100 Acadêmicos.


RCT: Então o trabalho é muito divulgado no Brasil.


AR: NÃO. Muito poucos têm essa consciência e guardam seus diplomas e medalhas para as fotos.


RCT: Isso incomoda a Senhora?


AR: Muito. Em breve vamos querer saber dos que querem ,realmente, fazer um trabalho coletivo e tratar de buscar pessoas que pretendem trabalhar coletivamente. Olha, para você ter uma ideia, temos a Web Rádio que fica no ar 24 horas por dia, e nós pedimos sempre que os poetas mandem textos gravados com seus créditos para fazerem parte de nossa programação. De um universo de 5000 poetas e cem líderes da ANLPPB, só 4 nos enviaram os textos. Vale ressaltar que não cobramos nada por isso, você viu o meu trabalho por aqui. Tem gente que mal ouve os nossos programas. O Programa de ontem, do Teco Seade dia 13/ 01, foi um programa de nível cultural altíssimo, tivemos poucos poetas em nosso chat e dois mil ouvintes no mundo todo. Uma Web Rádio tem alcance maior que uma rádio convencional. É a Rádio do futuro.Têm pessoas que não se dão conta, que quando tiverem seus livros nas estantes de uma livraria e o seu nome diariamente divulgado, muitas pessoas vão ter a curiosidade de comprar o livro, por que o poeta não será mais anônimo. É essa visão de empreendedorismo que poucos têm e não se tocaram ainda.


RCT: A Senhora já disse isso aos poetas?


AR: Você não quer tentar dizer? Por que acho que "Santo de casa não faz milagre". Cotidianamente convido-os a participarem  e a propagarem a Web Rádio que não é minha, é de todos eles.E olha, se não fosse algo sério, não teríamos os apoios culturais que temos e muitos outros que nos procuram para fazer parte. Faço Web Rádio faz tempo. Montei a primeira do Brasil.


RCT: Estão muito bem apoiados. Isso prova a respeitabilidade do seu trabalho, mas sinto certa mágoa de sua parte.


AR: Meu caro! Quem é capaz de fazer o que eu faço todos os dias? São 15:25 da tarde. Você já viu tudo o que fiz. A noite sou técnica de rádio até a meia noite. Além de trabalhar na Editora, de ser muitas vezes psicológa, de ficar horas e horas ao telefone ouvindo pessoas , de tratar com apoiadores, além disso tenho minha casa, meus filhos, meus problemas. Fora o que já tive de ouvir. Ouvi falarem mal das nossas coletâneas, essas mesmas que foram premiadas. Por que queremos o melhor, fazer qualquer coisa, pra mim não me completa. Jogar um monte de poesia sem um destaque maior para o autor, simlesmente jogar por jogar não é do nosso feitio. Enganar pessoas também não faz parte da minha índole.


RCT: Também tem isso não é?


AR: Enganadores? Aos montes. Mas tratamos com seres humanos dotados de inteligência, portanto não vou mais falar. A vida é feita de escolhas.O maior número de pessoas prefere sair bem na foto e mostrar a honraria para que todos curtam no FB e simplesmente, guardam em gavetas abarrotadas de muito dinheiro gasto.


RCT: Triste isso. É verdade que vão visitar outros países ainda este ano?


AR:  Sim, muito triste.Sempre disse que tínhamos de conhecer primeiro nossa aldeia, saímos duas vezes por ano para Regiões diferentes por que o convívio com as diferentes culturas nacionais é ferramenta indispensável para obra poética.


Em abril, vamos ou ao Rio de Janeiro, a Calda Novas ou a Campinas. Estamos fazendo uma enquete na Rádio para saber nosso destino.Disse também que só sairíamos do Brasil se fossemos convidados. Parece que temos dois convites, vamos estudar com muita responsabilidade esses convites e quem sabe levaremos nossa poesia para outros solos.


RCT: Bem, Poeta! Fomos incumbidos de vir até aqui por que sabemos da sua respeitabilidade e de seu trabalho sério, como também sabemos que seu novo livro já sai na Europa premiado e esgotado.


AR: Deus é bom pra mim.


RCT: Deus é bom para pessoas que trabalham e acima de tudo enxerga o coletivo. Baseado no que a senhora nos informou se o número de poetas que têm no PPB, se todos divulgassem os trabalhos e projetos vocês estariam muito melhor do que estão hoje, já teriam conseguido maior progresso.


AR: Faz um favor? Avisa aos poetas pra mim?


RCT: Poeta Aline Romariz, foi um prazer participar da sua rotina, de sentir o amor que tem pelo seu trabalho. A senhora é realmente uma guerreira. Para contatar a EDITORA ILUMINATTA como os leitores e ouvintes devem fazer? E para ouvir a Rádio e enviar seus textos?


AR: Eu agradeço imensamente a visita. Para contatar a Ed. Iluminatta: editorailuminatta@gmail.com, temos também nossa FAN Page no Facebook. A Web Rádio é só ver na Fan page do PORTAL o nosso stream e clicar nele. Quem quiser participar do Portal e ocupar uma Cadeira ( se quiser realmente trabalhar em prol da Poesia e ou nos mandar seus textos gravados para divulgação em nossa programação: portaldopoetabrasileiro@gmail.com.


RCT: Aline Romariz, parabéns pelo seu trabalho e por sua luta cultural


AR: Obrigada pelo espaço que me concederam.






R C T.


Entrevista ebc c/ Aline Romariz ( Presidente do Portal do Poeta Brasileiro)

FONTE:
http://anlppb.blogspot.com.br/2014/01/rct-entrevista-aline-romariz.html

-//-




-COMUNICADOS DA ANLPPB:


Caros acadêmicos,

A Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro, tem a missão de propagar a arte poética e valorizar o poeta vivo. Baseado nisso vem solicitar de cada acadêmico, como forma de aprimoramento e estudo literário, um pequeno trabalho com o tema:”  POESIA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA”, que deve ser abordado em cinco páginas no tamanho A5 e deve ser enviado via e-mail ( anlppb@gmail.com), até o dia 15 de janeiro de 2014.

Neste trabalho deve ser abordada a importância da Poesia contemporânea, a relevância das redes sociais como objeto de divulgação e no mínimo três autores brasileiros contemporâneos e vivos  com as suas características líricas.
[...]
Comunicamos , também, que  os acadêmicos  precisam comparecer, no mínimo uma vez  em Sessões abertas da Academia, a cada dois anos. 

Nossa academia é itinerante e tem como meta escolher líderes em diversos estados brasileiros dispostos a propagar a arte poética e trabalhar coletivamentepela  valorização do poeta vivo. Para isso, não basta somente a honraria, mas o trabalho e a interação com os outros acadêmicos como forma de aumentar as perspectivas literárias e o conhecimento da cultura brasileira.

Estamos prestes a alçar voos mais distantes, mas temos a consciência de que só quando estivermos aptos e bem respaldados literariamente poderemos ancorar em portos estrangeiros. 

Por isso a relevância do trabalho de pesquisa.

O tema sugerido para o nosso primeiro trabalho, foi o tema abordado no grupo de discussão no III ENCONTRO em Maceió. 

É assim que se constrói uma comunidade literária. Propósitos bem definidos que ultrapassam fotos e honrarias.

Outra coisa, só aceitaremos indicações para fazer parte de nosso quadro acadêmico, de poetas dos seguintes estados brasileiros: Acre, Roraima, Rondônia, Maranhão, Piauí e Pará, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. São os estados que faltam para preencher o nosso mapa.
 Mãos à obra!
Aline Romariz

Presidente ANLPPB-

-//-










-
POESIA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA






Silvia Araújo Motta-Cad. 48 na ANLPPB






1-INTRODUÇÃO


As transformações, pelas quais a Literatura vem passando há alguns séculos e décadas instigam pesquisas inovadoras no campo poético, ora em Língua Portuguesa ou em outros idiomas.


Para atender a proposta da ANLPPB busquei o dorso da capa ou sobrecapa de vários livros de minha estante, para explanar sobre a importância da Poesia Contemporânea dentro da minha experiência profissional e pessoal. Como ponto de partida, retomei dados históricos da discussão teórica, com propriedade para a inclusão da prática nesta realidade específica.


Em meu ambiente familiar aprendi a {Arte de Fazer Versos} clássicos e românticos, de forma fixa e, principalmente artísticos obedecendo a rima, o metro e o ritmo. Meus pais e meus tios sempre promoviam Saraus Literoculturais, entre amigos, ao som de vários instrumentos musicais. Com minha mãe e meus irmãos aprendi a tocar violão e harmônio, desde os sete anos de idade. O Decálogo de Metrificação sempre me orientou nas composições poéticas. Quanta saudade dos versos clássicos de Cassimiro de Abreu, Alfred Musset, Coleridge, Heidegger, Garcia Lorca, Florbela Espanca, Castro Alves, Olavo Bilac, Bocage, Camões, Fagundes Varela, Guerra Junqueiro, Vicente de Carvalho, Djalma Andrade, Olegário Mariano,Guilherme de Almeida, Santo Tomás de Aquino, sem esquecer-me dos Salmos Bíblicos...que declamei em teatros. 


A versificação acentual isócrona, de efeito métrico, tem na base silábica portuguesa a unidade de medida do verso que se acomoda em um número fixo de sílabas, limitado por um acento tônico final, obrigatório. A tendência isossilábica obedece à estrutura perfeita rítmica auditiva que atende ao número e disposição dos acentos, aos exemplos dos Sonetos clássicos, Éclogas, Rondel, Pantum, Triolé, Haicais, Vilanela, Trovas clássicas da UBT e outros. Podemos considerar o dodecassílabo, o verso mais longo, normalmente empregado pelos poetas, embora existam exemplos de VERSOS BÁRBAROS de forma fixa de treze sílabas: de Francisco Otaviano, de quinze sílabas: de Abel Pereira e de dezessete sílabas: de Mário Quintana. Não importa se o poema é lírico, narrativo ou lúdico.


Quando fui Professora de Língua Portuguesa e Literatura fiz questão de trabalhar bem, todos os gêneros disponíveis na cultura, caracterizados por seus três elementos: conteúdo temático, estilo e construção composicional. Nos poemas, avaliamos também a declamação, aconselhada por Aristóteles, na pauta clássica e lírica de Petrarca e Camões. Historicamente, as produções literárias geram usos sociais, articulados em número ilimitado, em diferentes situações comunicativas, na língua materna, apesar da multiplicidade dos mesmos. 


O conhecimento especializado incentiva a criação poética, com maior facilidade e habilita a ação e a interação crítica textual concomitante no mundo em que vive.






II-TEORIA E HISTÓRIA


O poeta francês Gustave Kahn, em 1902, foi principal teorizador do Verso Livre; procurou estabelecer-lhe os princípios, que podem ser assim resumidos:


a) O Verso deve possuir sua existência própria e interior consubstanciada numa coerente unidade semântica e rítmica;


b) A unidade do verso será então definida com o fragmento mais curto possível em que haja uma pausa da voz e uma conclusão de sentido;


c) A estrofe não terá mais um desenho preestabelecido, mas será condicionada pelo pensamento ou pelo sentimento.


d) A inversão e o cavalgamento são recursos que devem ser banidos do verso. Os poetas Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Henriqueta Lisboa, Alaíde Lisboa, Saul Alves Martins, Conceição Piló, Edir Carvalho Tenório, Mário de Andrade, Juraceí de Barros Gomes,Walter Cardoso, poetas falecidos, muitas vezes aplicaram estes princípios em seus poemas.


Seguindo o exemplo de outros poetas, Henri Morier salienta que {não podemos dizer que exista a priori, uma técnica uniforme do verso livre. Cada POETA procura forjar o seu próprio instrumento, não sendo raro o mesmo autor, ensaiar modelos e criar suas próprias técnicas...} A rima do verso não se preocupa com seu valor, nem com a fonética, nem mesmo quanto à colocação do acento tônico das palavras. O autor letrado tem a fina sensibilidade expressiva e o perfeito domínio do material linguístico. Os poetas sem letramento não aprenderam a formalidade do registro, mas podemos afirmar que aplicam a sonoridade literária de outros poetas...Os trovadores repentistas exemplificam esta citação.


As principais características da primeira geração modernista registram a intenção formal de destruir o academicismo da métrica, da rima, da linearidade do texto poético, do sentimentalismo romântico, do racionalismo realista-naturalista e da linguagem de dicionário, entre outras. Outras gerações sugeriram outras formas de versos livres. Os versos brancos ou soltos, descadenciados, receberam a mistura entre a prosa e a poesia, sem os preceitos da versificação; em vez de adjetivos e advérbios houve a preferência por substantivos e verbos; com palavras em liberdade, associadas por analogia, em vez dos processos sintáticos tradicionais. O heterônimo Álvaro de Campos de Fernando Pessoa foi considerado um pré-modernista, em Portugal, em termos artísticos e filosóficos, desde a Revista Orpheu dos escritores jovens, de 1915.


Sabemos que o processo de elaboração de um POEMA CONTEMPORÂNEO é quase informal, não obstante tenha recebido propostas históricas que marcaram a Semana de Arte Moderna, no Teatro Municipal de São Paulo, nos dias, 13, 15 e 17 de fevereiro de 1922, ano do Centenário da Independência do Brasil e da Fundação do Partido Comunista Brasileiro.


O Manifesto da Poesia Pau-Brasil, de 1924 e a Antropofagia de 1928 adentraram por completo ao Modernismo. Entre os literatos e poetas, tomaram parte Graça Aranha, Guilherme de Almeida,Mário de Andrade (1893 - 1945), Menotti del Picchia, o líder Oswald de Andrade, Renato de Almeida, Ronald de Carvalho, Tácito de Almeida, além de Manuel Bandeira com a leitura do poema: Os Sapos. Alguns críticos literários reconhecem que, a despeito de todos os antagonismos, esse evento configura-se como um fato cultural fundamental para a compreensão do desenvolvimento da Arte Moderna no Brasil, e isso sobremaneira, pelos debates públicos mobilizados (cercados por reações negativas ou de apoio) e riqueza de seus desdobramentos na obra de alguns de seus realizadores. 


Não é difícil imaginar a repercussão causada pela notícia do Jornal A GAZETA/SP, de 22-02-1922: {Ao público chocado diante dos poemas sem rima[...]:sons sucessivos, sem nexo, estão fora da arte musical; são ruídos, são estrondos; palavras sem nexo fora do discurso; são disparates com tantos e tão cabeludos que nesta semana conseguiram desopilar os nervos do público paulista, que raramente ri às bandeiras despregadas...}


Considerando que a Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro, tem a MISSÃO DE PROPAGAR A ARTE POÉTICA E VALORIZAR O POETA CONTEMPORÂNEO E VIVO gostaria de registrar a poemática e características líricas de muitos mineiros: Mercês Maria Moreira, Zeni de Barros Lana, Conceição Abritta, Paulo Geraldo Correa, Mauro José de Morais, Adilson Cerqueira Soares, Ivone Taglialegna Prado, Ozório Couto, Daniel Antunes Júnior, Elza de Moura, Avelar Rodrigues, Marco Aurélio Baggio, Rogério de Alvarenga, Maria Aparecida Meyer Pires Rezende, Maria Ribeiro Pires, João Quintino Silva, Maurino Araújo, Deiwson Ferreira de Magalhães, Eduardo Antônio de Oliveira Toledo, Emerson Luis de Castro, Roberto Carvalho, Ronaldo Vieira Aguiar, Carlos Felipe de Melo Marques Horta, Raymundo Nonato Fernandes,Franklin Lopes de Freitas, Luiza Miranda, José Carlos Serufo, Clara de Assis Souza Guimarães, José Carlos Baeta,Laura Aparecida da Silva,Relva do Egypto, Renato Passos,e outros.


JOSEMAR OTAVIANO DE ALVARENGA é médico-ortopedista, poeta vivo e contemporâneo, nascido em Santana do Riacho/Serra do Cipó/MG: 


[...Como autêntico andarilho das estrelas,/


caminho por mundos diferentes/


e por estradas cheias/ de crostas planetárias/


sob olhos tristes e lacrimejantes,/


corpo débil e bastante alquebrado/


divisando somente um cenário/


de sonhos...de esperança./...]






ARAHILDA GOMES ALVES, poeta viva e contemporânea, nascida em Uberaba/Minas Gerais, Artista Plástica, Pianista.


[...] O liquem viscoso dos rios passa as pernas


por entre as coxas fibrosas das montanhas


que se curvam recebendo o orgasmo da natureza.


A língua esbranquiçada da neblina


traça evoluções corpóreas...]


[Por entre as fendas maceradas da terra...]


[...E os tentáculos enciumados do sol


arrancam, furiosos, a camisola suada


da noite plena de amor.]






III-CONCLUSÃO


Vale ressaltar a importância das redes sociais. Os sites propiciam a divulgação rápida, on line! “É um sucesso o mundo virtual, revirtual, virtureal e transreal de contato com pessoas diamantinas, pérolas do mais alto quilate, sereias que navegam céleres pelo céu-mar da literatura”. Falta cultivar a adequação à realidade dentro de limites da liberdade, equilíbrio e verdadeira justiça, com fartura e benefícios para todos. Autores criativos e talentosos estão sempre imbuídos do espírito cooperativo, humanístico, fraterno e solidário. Não resta dúvida, que existem os perigos e má utilização das exposições indevidas.


Quem tem essa oportunidade virtual, logo se encanta e fica hipnotizado pelo charme e magia de grandes artistas da palavra. É um trabalho diário prazeroso extraordinário: ler, responder os emeios, pesquisar, compor e divulgar poemas para vários países. 


Vale especificar o inédito número total dos textos poéticos registrados no site do Recanto das Letras Virtuais, nesta data, 15 de dezembro de 2013: Acrósticos(52.170), Cirandas(4.606) Cordel (19.609), Duetos(21.016), E-livros(14.559), Haikais(68.993), Indrisos (16.380), Poesias(1.619.164), Poetrix(128.110), Rondel (6.358), Sonetos(116.029), Tautogramas(1284), Teoria Literária (3.275), Trovas (53.886), Alelos Esmeraldinos (2.306), Tritofes(1302), Mindim (5.439), Ecosys (1352), Merlix(171), Oitava Fechada(183), Sextilha Real(627), Vaivém Nunix(612), Varano (632) , Medianeiro (748), Trínomo Gabaldista(823), Poémata( 672), Poemglo(168) e outros experimentais.Tutoriais (1.706). Tornei-me RAINHA INTERNACIONAL DOS ACRÓSTICOS, a partir das minhas postagens. Já ultrapassei a composição de sete mil poemas/acrósticos. Fui eleita entre os Onze SONETISTAS do Brasil/CAPPAZ. Graças aos primeiros contatos pelo computador, pertenço às vinte e seis Academias de Letras, Ciências e Artes do Brasil e exterior, como Membro Titular, Membro Benemérito, Membro Honorário e/ou Acadêmica Correspondente.


É relevante analisar as dificuldades que tive para a elaboração de mais de 300 sonetos clássicos-líricos-sáficos-heroicos, com a exigência da sonoridade tônica na 4ª. 6ª, 8ª e 10ª sílabas, com a mensagem essencial no 14º verso, dentro do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa e ainda, compondo imagens retóricas com metáforas, imagens, metonímias.


À moda do Noneto Musical de Villa Lobos, criei o Noneto Poético, dentro do Soneto clássico. À moda da Cartrova eu criei os Carversos: Carta em Versos. Cabe ao Poeta a liberdade de apresentar seu estilo da melhor forma, de acordo com as situações cotidianas.


No Brasil, temos centenas de excelentes poetas que não possuem a oportunidade de divulgação de seus trabalhos em livros ou na mídia. Muitos são conhecidos, apenas entre as pessoas de seu relacionamento local ou regional. Parabéns à iniciativa da ANLPPB, de valorizar e divulgar autores vivos e contemporâneos.


Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.


Email:clubedalinguaport@gmail.com
-

FONTE:
http://anlppb.blogspot.com.br/2014/01/poesia-contemporanea-brasileira-silvia.html