domingo, 9 de novembro de 2014

Silvia Araújo Motta escreve INTRODUÇÃO para a 69ª CIRANDA DA CAPPAZ-Confraria Artistas e Poetas pela PAZ-Ver o Soneto e Noneto Teatral de HOMENAGEM

 -

-

CONFREIRA SILVIA ARAÚJO MOTTA-
CLASSIFICADA ENTRE OS ONZE
OURIVES SONETISTAS DO BRASIL-CAPPAZ

-
INTRODUÇÃO

69ª CIRANDA CAPPAZ- LETRA É VIDA
-
Escrever é instigante, ler é gratificante quando a experiência passa ao leitor e ao ledor as entrelinhas da discrição para escrutinização do conteúdo do texto.
O veredicto categórico segue seu caminho na VIDA, mas a flexibilidade inteligível só é permitida quando o anonimato do autor dá-lhe a oportunidade do discernimento para imortalizar a obra registrada nos anais da vida terrena: a leitura cognitiva que encaminha à crítica-textual da alfabetização.

Leio tudo e me arrisco // sem risco de arrepender// no consciente, petisco// só o que o ego defender//.

Seja na leitura ou escrita a vida deve ter poesia que pode transformar vidas. Em torno de instituições literárias, através das letras, pode-se contribuir ao desenvolvimento de valores humanos, políticos e sociais, com atuação nos diversos segmentos organizacionais de uma nação com relações diplomáticas no exterior.

No analfabetismo vejo a morte que ronda a falta de liberdade, dos ignorantes que se anulam ou se deixam enganar pelo PODER DE QUEM OS DOMINA. No sentido da VIDA vejo a interligação com a morte, como irmãs independentes, mas que exigem referência da gestação da inteligência. Com toda certeza, um caráter fraco, não resiste ao poder que corrompe os espíritos menos dotados que não clamam por justiça nem da vida adquirida com o conhecimento que se difere do ostracismo do analfabeto político, que cruza os braços, estende a mão e se satisfaz com pequenas migalhas materiais.

VIDA deve irradiar PAZ, confiança, fé, esperança e caridade. Morte inspira a oração cristã: “PAI seja feita a Vossa Vontade, assim na terra como no céu”.

No dia do Analfabetismo façamos dos sonhos a realidade do povo brasileiro, ter o prazer de ver seus filhos em escolas onde sejam respeitados e seus professores, remunerados com bons salários, não sendo pagos com esmolas. Os analfabetos são Cidadãos, que possuem DIGNIDADE HUMANA, pois são  iguais perante a Constituição Brasileira.

Na Educação, depositemos esperança às crianças, jovens e adultos para que, letrados e alfabetizados, possam politicamente vencer os obstáculos do mundo tomando atitudes pelas causas imortais.

Confrades e Confreiras da CAPPAZ, a LETRA  é imperativa para a programação da VIDA que nos guia pela LUZ do conhecimento, entre tristezas, frustrações e desesperos que devem ser desfeitos. LUZ universal, luz do íntimo, do espírito, da alma, do coração, metafísica fora da qual habitam as trevas exteriores citadas nos Evangelhos.

LETRA é VIDA  cantada em prosa e verso com reflexos do sol e da lua, LETRA é LUZ que salva o Homem das trevas. “LUZ DO CAMINHO, VERDADE E VIDA”.

SILVIA ARAÚJO MOTTA-Confreira da Regional de Minas Gerais

-//-


IDAS E VINDAS ESCRITAS E LIDAS
-
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
As idas e vindas registradas
provam a força gravitacional
cósmica e interna VITAL,
palavras ditas ou escritas
no movimento espiral
geram energias e harmonias
apesar do calor do amar;
entrecortadas alegrias
impedem operacionalizar
intenções preservativas.
Recebo os efeitos benéficos
da maior estrela com seu brilho,
que aguça meus sentidos,
Ao receber uma mensagem,
no impulso desmedido,
por vontade racional de VIVER.
As idas  levam esperança,
as voltas trazem lembrança
e o círculo vicioso natural
mostra caminhos do início;
As idas levam gosto do mel,
as voltas trazem o néctar
do beija-flor na estação:
o retorno é imprescindível;
as idas deixam um TEXTO,
as voltas trazem pretexto,
para o encontro incrível;
as idas podem ter décadas,
as voltas trazem segundos
que se revelam num olhar!
As idas transformam-se em dor,
as voltas trazem puro amor
do círculo emotivo a girar;
as idas recebem passe livre,
nas voltas, BILHETES à mão
da poltrona com numeração;
as idas, em verdade, vão ativas
as voltas trazem justificativas
de missão e responsabilidade;
As idas em qualquer viagem,
nas voltas, também exigem
uso do cinto de segurança.
As idas, às vezes MAL ESCRITAS...
nas voltas provam  existência
do milagre da luz e das curas.
As idas indicam as caminhadas
que proclamam VIDAS futuras;
nas voltas, doação da Paz anunciada.
As idas pedem muita coragem,
as vindas pedem passagem
para ESCREVER tal história;
as idas levam fragmentos da lição,
as vindas provam pensamentos,
alegrias, diamantes na memória.
Letra é vida, é luz, é canção.
-//-




-


http://www.cappaz.com.br/ourives_da_poesia.htm
-//-


*Trova 1303 ://
À CONFRARIA CAPPAZ////
com Paz, Solidariedade ////
que a Felicidade traz// //
trago laços de AMIZADE.//



-

Na foto: 
Douglas e Amigo, Silvia com faixa Rainha Internacional dos Acrósticos e Carlos Reinaldo-CAPPAZ
IV Sarau Internacional Artístico pela Paz
Dia do ACROSTICISTA-6 DE JANEIRO DE 2014
LOCAL: Salão de Festas do Edifício João Paulo II-Prado-BH
(Residência da Organizadora do Evento)
-//-


BODAS DE FLORES E FRUTAS DA CAPPAZ-
PARABÉNS PELOS 4 ANOS DE FUNDAÇÃO.
-

Homenagem acróstica nº 4372
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
B-Bendita é a semente da Paz...
O-O solo fértil da Cultura
D-Desde 9 de abril de 2008
A-Acolheu-a no berço da CAPPAZ,
S-Somando ações à vida futura.
 -
D-Diante das mentes, corações
E-E mãos estendidas à doação,
-
F-Faz o Bem, o Bom e o Belo!
L-Lemas de Gandhi, Luther King,
O-Ou de Madre Teresa de Calcutá
R-Revelam caminhos de amor, paz
E-E justiça. Com prazer, declaro:
S-Sou CAPPAZ e tenho meu Selo!
 -
E-Estou entre os (11) Ourives Sonetistas!
 -
F-Fazendo jus ao Memorando nº 12/2011
R-Reconhecemos JJ.Oliveira Gonçalves:
U-Um Patrono do nosso Grupo Sonetista!
T-Temos poetas brasileiros e no exterior!
A-A nossa Presidente Nacional é Dra.
S-Sra. Joyce L.Krischke que merece
          ---PARABÉNS!---
Belo Horizonte, 13 de abril de 2012.
-

OURIVES DA POESIA SONETISTA-CAPPAZ
-
Homenagem-acróstica nº 3.449/2011
 Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG

-
O-Onze Sonetistas foram eleitos pela CAPPAZ,
U-Uma Confraria POETAS e ARTISTAS pela PAZ,
R-Referência da Presidência de Joyce L. Krischke,
I-Incrementada pelo JotaJota, Patrono de Honra;
V-Vibração heróica dos sons, versos metrificados,
E-Elegantes, clássicos, sáficos, rimados,cantantes
S-São jóias raras, retratos poéticos trabalhados.
-
D-Denominados SONETISTAS OURIVES da POESIA,
A-Apresentados em Quadro-de-Honra-Especial...
 -
P-Pérolas inspiradas em Petrarca(Itália:1304-1374)
O-Ou em Camões, nas líricas imortais, de Portugal,
E-Em nosso Guilherme de Almeida, a cultura avalia,
S-Sabedoria, teoria literária e prática da lição ideal;
I-Importa, é o reconhecimento CAPPAZ, neste dia,
A-À lapidação poética em 2 quartetos e 2 tercetos:
-
S-Sílvia Araújo Motta/Belo Horizonte/Minas Gerais;
O-O João José Oliveira Gonçalves, Poeta de Bagé,
N-No Rio Grande do Sul; Fernando Salinas Couto,
E-Em S.Paulo; Lourdes Ramos-Rio de Janeiro; Ana
T-Teresinha D.Machado/MG; Carlos Reinaldo/MG;
I-Inesquecível JOYCE LU@ZUL, em Santa Catarina;
S-Sérgio M.Pandolfo/PA; Sílvia Silva Benedetti/RS;
T-Temos também Eloisa A. Maciel/RS, entre poetas,
A-A Esther Rogessi, Estado de Pernambuco, Brasil.
-

Belo Horizonte-Minas Gerais, 12 de fevereiro de 2011-

http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/2807106
-//-


2424–JOYCE LIMA KRISCHKE-Homenagem-acróstica
Por Sílvia Araújo Motta

(CAPPAZ/MG/BH/Brasil)



J-Joyce Lima Krischke, Presidenta-Fundadora,

O-Organizadora, companheira, confreira capaz,

Y-Yes, da Confraria dos Artistas e Poetas pela Paz;

C-Com a chama acesa da idealização realizadora

E-Esquece o mal e traz a verdadeira união que faz.

 -

L-Luta para divulgar o bem com sangue arterial;

I-Integrada à arte e literatura, não mede sacrifício,

M-Merece aplausos de reconhecimento mundial,

A-Amiga, empreendedora, advogada, educadora,

 -

K-Kisses imortais por seu aniversário natalício!

R-Reconhecimento por seu crescimento pessoal!

I-Incluo ao seu currículo pessoal e profissional:

S-Sócia efetiva da Casa do Poeta Rio-Grandense;

C-Coletâneas, publicações! “Navegando Poesia/2006”
H-Histórica ficará “A Volta da Lu@zul” em 2007...
K-Keepake de sua composição inédita poética ,
E-Especialista no relacionamento interpessoal.
...PARABÉNS!   PARABÉNS!   PARABÉNS!
-
Belo Horizonte, 29 de junho de 2009.
-
“Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades...”
Luís Vaz de Camões.



“Mudam-se caminhos, em busca da paz e felicidade.”

Sílvia Araújo Motta.



http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/1674255



---***---



Recordando...o tempo passado de experiências vividas
Registro Histórico-Biográfico de

JOYCE LIMA KRISCHKE

-

Acróstico-biográfico Nº 1025

Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.



J-Joyce Lima é Poeta, Professora Aposentada.

O-Orgulho de Porto Alegre, onde vive e nasceu.

Y-Yes! Especialista em Educação, Advogada.

C-Consultora na Área de Legislação Educacional.

E-Editou dois livros sobre o Ensino na LDB-1997.

 -

L-Lecionou na PUCRS e na UNISalle-Canoas/RS.

I-Integrou-se em Coletâneas de Textos Técnicos,

M-Mas em 2002 publicou: “Poemas da Lu@zul” e

A-Atendeu à parceria em 2004: “Tempo de Amor”.

 -

K-Kisses à Cônsul da Zona Sul de Porto Alegre de

R-Realizações no “Movimiento Poetas del Mundo”.

I-Impossível esquecer sua imagem e delicadeza...

S-Sua Poesia “tem a força e a beleza do mar”

C-Contempla “sentimentos do mundo e da alma.”
H-Homenagens e Títulos não lhe faltam...
K-(C) Conhecida recentemente no RJ, Co-Fundadora,
E-Especial da Confraria dos Poetas del Mundo-RS.



Belo Horizonte, 15 de Janeiro de 2007.

-

http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/398770



---***---


2578-CÃOZINHO ZEZINHO

Homenagem ao amiguinho de Bento Gonçalves
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil

C-Com saudades do Zezinho
Ã-Aqui estou para afirmar:
O-O jeito dele, mansinho,
Z-Zeloso, ao me conquistar..
I-Incentivou-me o carinho
N-Na patinha que soube dar...
H-Hoje posso recordar
O-O quanto aquele cão é respeitado!
 -
Z-Zezinho é lindo e inteligente...
E-É amiguinho de todos, na
Z-Zona central de Bento/RS;
I-Inesquecível na sua Família,
N-Na Livraria recebe cumprimentos.
H-Homens e animais são amigos:
O-Olhinhos despertam bons sentimentos.
-
Belo Horizonte, 29 de outubro de 2009.

http://www.recantodasletras.com.br/mensagens/1896448
-//-

2431-MUROS QUE FALAM DE PAZ POR YUKIHANNA
Acróstico-crítico-literário nº 2431
Por Sílvia Araújo Motta

M-“Muros que Falam” por Yukianna,
U-Uma Poeta e Amiga internacional:
R-Rosalina G. R. Herai, que emana
O-Olor do verso da esfera espiritual,
S-Sensação fraterna da paz e perdão.
 -
Q-Quanto ódio, muros podem guardar!
U-Um tempo de terror, sem calma e amor,
E-Em correntes de mágoa que ferem alma.
 -
F-Fundo musical: Ave Maria de Schubert!
A-Agora, por favor, click e no link aberto,
L-Luz Maior poderá mostrar, com fé, que
A-A PAZ interior é possível! Vale quebrar
M-Malditos grilhões, ser livre das prisões.
 -
D-Das mãos que suplicam liberdade, na
E-Esperança de ver homens sem farda...
 -
P-Paz, que somente um Anjo da Guarda
A-Aceita empunhar a espada divinal para,
Z-Zelosamente,florir o jardim mundial.
-
Belo Horizonte, 4 de julho de 2009.

-
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/1681991

http://clubedalinguaport.ning.com/video/muros-que-falam

-//-



Texto de Encerramento da 63° Ciranda Mensal

    A 63° Ciranda Mensal CAPPAZ brinda-nos com a comemoração do dia de seus anos, como diria Fernando Pessoa. O 6° ano do calendário gregoriano que assinala o tempo nessa moldura de 365 dias. A CAPPAZ vai crescendo, assomada de gentes, expandindo-se no território nacional, Américas e Europa. Sua essência de paz renasce dia a dia nas obras de nossos Confrades e Confreiras. Pintamos e escrevemos a paz. Vai-se semeando ternamente um caminho fraterno que vive o amor.

    A CAPPAZ está no tempo, pulsando um coração forte, vibrante de harmonia e humanidade. Creio, por assim desejar crer, em todas e todos os CAPPAZes regando a árvore da paz que vai crescendo. Irmanados com o renascimento da Fênix, sigamos estendendo os braços para colhermos os frutos saudáveis e saborosos desses caminhos de paz. Que nossos olhos se encontrem à sombra dessa árvore para sermos gratos por mais esta ciranda. Paz e bem. Sonhos e amor para nós CAPPAZes e toda a humanidade. Há esperanças nas cinzas, têm forma de pássaro e voa com asas de paz.

Odilon Machado de Lourenço
Confrade da Seccional Balneário Camboriú/SC

-//-


INTRODUÇÃO

Seis anos já são passados desde a data de fundação da CAPPAZ, na cidade de Porto Alegre/RS, no dia 09 de abril de 2008.
A CAPPAZ, por seus membros, tem expressado nos diversos encontros mensais- AS CIRANDAS- ser uma agremiação empenhada na defesa da vivência e manutenção da Paz, do Bem e da Preservação da Vida na Terra, através da arte em geral e da literatura escrita.
Sabemos que os CAPPAZ(es) através das Cirandas estimulam os que lutam por um mundo melhor, com mais amor, mais fraternidade e menos egoísmo.
O cumprimento de nossa missão, durante seis anos- Jubileu de Açúcar, leva-nos a crer que, não vermos o passar do tempo de braços cruzados.
Inclusive, nossa participação nas Cirandas demonstra nosso desejo de cumprir o estabelecido no Regimento da CAPPAZ, que prevê o Encontro Virtual Mensal.
Temos fé e esperança nas ações pazeadoras que servirão de exemplo da nossa geração às novas gerações que seguirão na divulgação, das nossas palavras escritas e artes que formam as Cirandas Mensais, editadas no site CAPPAZ .
Sabemos que as Cirandas desfraldam a nossa Bandeira da Paz e do Bem, diuturnamente, para milhões de pessoas que acessam a Internet.
A CAPPAZ acredita que o segredo do sucesso na divulgação e vivência da Cultura de Paz está, em grande parte , nos textos e artes dos CAPPAZes editados nas Cirandas Mensais .

È através das Cirandas que estamos diuturnamente, semeando: a semente da Paz que, pouco- a- pouco, brotará aos que lançaram suas palavras em terra fértil, com muito Amor.
CAPPAZ(es): libertemos nossas idéias e ideais de Paz e Bem, para que o mundo os captem e seus habitantes sejam mais felizes!
Na expectativa do acolhimento ao nosso convite para a participação nesta, e em outras Cirandas ,antecipadamente, deixamos registrados nossos agradecimentos aos participantes deste 63º. Encontro Virtual.

PARABÉNS, CAPPAZ, PELA EDIÇÃO DA 63ª.CIRANDA MENSAL!

PARABÉNS, CAPPAZ, PELO TRANSCURSO DE SEIS ANOS DA SUA FUNDAÇÃO!

Balneário Camboriú/SC, abril de 2014.

Joyce Lima Krischke 
Presidente-Fundadora/CAPPAZ
-//-


-

5632-CAPPAZ COMPLETA JUBILEU DE AÇÚCAR-SEIS ANOS DE FUNDAÇÃO/POÁ/RS
-
Soneto-clássico-sáfico-heroico nº 5.632
Rima poética: ABAB-ABAB-CDC-EDE
Sílabas fortes: 4ª, 6ª, 8ª e na 10ª sílaba
Mensagem na última linha ou 14º verso
Noneto TEATRAL nº 9-didático-histórico-jogral-toante-cantante
e/ou com instrumento musical  (Coro: A-A-C-E-E)
Noneto teatral: nove SOLOS de instrumentos musicais e poéticos.
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-//-
Dentro do Soneto,
Noneto Teatral nº9-didático-histórico-jogral-toante-cantante
e/ou com instrumento musical  (Coro:A-A-C-E-E)
Conferir nove SOLOS de instrumentos musicais com o verso declamado durante o solo do instrumento.
-
Noneto de Criação/Autoria de  Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
Metodologia do soneto:14 versos de dez sílabas fortes.
-
01-Compondo sonhos, asas levam paz... (rima A)
02-Plena harmonia, puro bendizer, (B)
03-planos concretos, temos na CAPPAZ;( rima A)
04-sempre irmanado ao doce bel-prazer.(B)
-
05-Dois mil e oito, conta o que nos traz: (rima A)
06-Em Porto Alegre, berço faz-nos crer, (B)
07-felicidade estende a mão refaz (A)
08-tudo que o BEM supera e faz vencer; (B)
-
09-Nestes seis anos, mostra seu valor, (rima C)
10-perdão, justiça...lema vem provar, (D)
11-adocicado fruto tem sabor. (C)
-
12-Amor, ternura, abraços, luz, enfim,(rima E)
13-no JUBILEU de AÇÚCAR, vim brindar!(D)
14-Vamos buscar a PAZ no mundo, SIM.(rima E)
-
Belo Horizonte, 9 de abril de 2014-JUBILEU DE AÇÚCAR DA CAPPAZ.
-//-

Metodologia do noneto–Contar 9 solos dentro do soneto:
Noneto nº9-didático-histórico-jogral-toante-cantante e/ou com instrumento musical  (Coro A-A-C-E-E)
-
01-Compondo sonhos, asas levam paz, (rima A)... ///[-Coro:RIMA ( A )];
02-plena harmonia, puro bendizer; (B)  ///{-Solo: 1-flute:}
03-planos concretos, temos na CAPPAZ;( rima A) Solo: 2-oboé :}
04-sempre irmanado ao doce bel-prazer.(B)/// {-Solo: 3-piano: ]
-
05-Dois mil e oito, conta o que nos traz: (rima A)///[-Coro:RIMA ( A )]
06-Em Porto Alegre, berço faz-nos crer, (B)Solo: 4-saxophone:}
07-felicidade estende a mão refaz (A) ///{-Solo: 5-clarinet:}
08-tudo que o BEM supera e faz vencer; (B).///{-Solo: 6-harp:}
-
09-Nestes seis anos, mostra seu valor, (rima C)///[-Coro: (RIMA ( C )]
10-perdão, justiça...lema vem provar, (D)/// Solo: 7-bassoon:}
11-adocicado fruto tem sabor. (C)/// {Solo: 8-xylophone:}
-
12-Amor, ternura, abraços, luz, enfim,(rima E) ///[-Coro: RIMA (E )]
13-no JUBILEU de AÇÚCAR, vim brindar!(D) ///{-Solo: 9-tambor:}
14-Vamos buscar a PAZ no mundo, SIM.(rima E) ///[-Coro:RIMA ( D )]
-
CRIAÇÃO METODOLÓGICAS PARA A COMPOSIÇÃO DO NONETO TEATRAL:
(*) Noneto musical criado por Villa Lobos
(*) Noneto sonetista criado por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
1-Os nove versos-solos do NONETO teatral estão
colocados dentro dos 14 versos do SONETO(estrutura dos versos 4,4,3,3.)
-
X-CORO-RIMA A(...)
X-SOLO 1-
X-SOLO 2-
X-SOLO 3
-
X-CORO-RIMA A(...)
X-SOLO 4
X-SOLO 5
X-SOLO 6
-
X-CORO-RIMA C (...)
X-SOLO 7
X-SOLO 8
-
X-CORO-RIMA E (...)
X-SOLO 9
X-CORO-RIMA E (...)
-
2-Cada verso do NONETO é um SOLO
que PODE  SER CANTADO e/ou ACOMPANHADO
de um instrumento diferente.)
-
3-NONETO recebe influência folclórica-modernista,
incorporada ao patrimônio artístico-cultural do Brasil.
(PODERÁ RECEBER SONS-RIMAS ou instrumentos musicais  DIFERENTES,
tema real, não exige metáforas poéticas.)
-
4-Os nove SOLOS não precisam ser rimados.(1,2,3,4,5,6,7,8,9)
A autora sonetista Silvia Araújo Motta,
por opção, aproveita as rimas do soneto.
-
5-As rimas do CORO SEGUEM AA-C-EE:
Rima:A
Rima:A
-
Rima:C
-
Rima:E
Rima:E
-
6- Os nomes dos instrumentos foram usados apenas,
para facilitar o entendimento metodológico.
Vale esclarecer que são nove versos
que não precisam receber nenhuma rima.
-
7-ESQUEMATIZAÇÃO DO NONETO teatral:
-
Coro:RIMA ( A )
Solo: 1-flute:
Solo: 2-oboé :
Solo: 3-piano:
-
Coro:RIMA ( A )
Solo: 4-saxophone:
Solo: 5-clarinet:
Solo: 6-harp or violin)
-
Coro: (RIMA ( C )
Solo: 7-bassoon(fagote)
Solo: 8-xylophone:
-
Coro:RIMA ( E )
Solo: 9-tambor:
Coro:RIMA ( E )
-
NONETO COMPOSTO em:
Belo Horizonte/MG/Brasil, 09 de novembro de 2014 às 12:46 h
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/5028785
---***---

CURIOSIDADES:
Notas metodológicas do NONETO TEATRAL:
com NOVE SOLOS E CORO/REFRÃO EM CINCO VERSOS.
-
(*) Noneto musical criado por Villa Lobos
(*) Noneto sonetista criado por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
Fim

(*)Breve Curriculum Vitae:SILVIA ARAÚJO MOTTA
Para CAPPAZ em 9/11/2014, 23:27 h
-
Mineira / Comendadora / Acadêmica / Escritora / Poeta / Sonetista / Conferencista / Trovadora/ Rainha Internacional dos Acrósticos com 8 mil publicações poéticas, em 44  livros, quatro idiomas. Membro Honorário da ANELCA; Membro Correspondente da ALAB: de BÚZIOS; Presidenta do Clube Brasileiro da Língua Portuguesa/ANICAL; Presidente-Fundadora da Academia de Letras do Brasil-Minas Gerais:ALB-MG; ALB-BA;ALB-Araraquara, ALB-Piracicaba;  ALB-Inter-Suíça; Profa. Dra. em Filosofia Universal; Embaixadora Universal da Paz:{Cercle Universel Des Ambassadeurs de la Paix-Suisse/France}; Embaixadora Humanitária da Paz/WPO-ONU. Pedagogista. Profa. de Língua e Literatura Portuguesa/Inglesa, Filosofia, Psicologia, Sociologia e Metodologia Universitária. Pertence à CAPPAZ, ABRAMMIL e mais 27 Academias de Letras no Brasil e exterior. Premiações Nacionais e Internacionais.CONTATO:silviaraujomotta@yahoo.com.br