quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

PRAÇA POETISA SILVIA ARAÚJO MOTTA

-                                                                                                                         POEMAGEM DE LAURO PAIXÃO.

5752-MEU NOME NA PRAÇA
-
Acróstico nº 5752
Por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
M-Maravilhosa PRAÇA só dos POETAS!
E-Eleita no projeto de um Amigo Dileto:
U-Uma placa perfeita, tão cheia de graça!
 -
N-Na roseira, o meu gosto preferido:
O-Ornamentação com rosa cor-de-rosa!
M-Marca um prenúncio desta declaração:
E-Emoção, não me falta em tempo certo!
 -
N-Nesta tarde, basta apenas a intenção:
A-Aqui podemos codificar os nossos temas,
 -
P-Poemas a declamar qual o maior SONHO...
R-Reler Cartas de Fernando Pessoa é uma boa?
A-Assinar contrato que agora eu proponho:
Ç-Comunicação diária-internauta que ressoa
A-A pureza que salta aos olhos da vida!
---QUERO ESTAR NO BANCO DESTA PRAÇA!---
Belo Horizonte, MG, 4ª feira, 28/1/2015 às 17:02h
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/5117385

-//-



SILVIA ARAUJO MOTTA

S - Sílvia Araújo Motta parabéns pela praça
I - Imensa alegria senti ao ver teu nome
L - Lindamente escrito na placa azul
V - Você, amiga merece esta condecoração
I - Importante e eterna com razão
A - A História jamais esquecerá a tua obra.

A - A literatura, amiga poetisa, grande mestra
R - Raiz profunda deixa e tal um rio divino
A - Anda e caminha para o mar e forma
U - Uma corrente cristalina que mata a sede
J - Jorra da alma poética humana de você que
O - Os deuses no alto Olimpo assim determinaram!

M - Minha amiga, um dia irei conhecer a tua Praça
O - O meu desejo é este e tudo farei para conseguir
T - Terei um dos melhores passeios imaginados e
T - Tirarei uma flor lilás que lá vejo e admiro
A - A flor que será a minha companheira no regresso!

João Pereira Correia Furtado

-//-


5753- PÉTALAS QUE MURCHARAM
-
Acróstico nº 5753
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
P-Pedem tanto para não colher
E-Em jardins, as belas flores...
T-Todas querem conviver
A-A união com seus amores;
L-Lindas, intocáveis, perfumadas,
A-Apaixonantes e apaixonadas
S-Sinalizam seus esplendores;
 -
Q-Querem ter a chance da reflexão:
U-Uma espécie de prece e lição,
E-Explicação aos seus admiradores.
 -
M-Mãos que não possuem coração
U-Universalizam o desrespeito,
R-Representam o poder da sedução,
C-Com seu tamanho desrespeito...
H-Hoje, ontem e amanhã vão continuar
A-Apostar na conquista do AMOR,
R-Reverenciar damas nas camas...
A-Ao comprar a ROSA cor-de-rosa:
M-Murchará suas pétalas que vão chorar.
-
Belo Horizonte, MG, 29 de janeiro de 201às 6:50h
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/5117996
-

4996-ROSAS NÃO DEVEM SER COLHIDAS DO JARDIM
-
Soneto-clássico-sáfico-heróico nº 4.996
Rimando nos versos abab-abab-cdc-ede
Clássico na 4ª, 6ª, 8ª e 10ª sílabas fortes.
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
Gosto de ver a Rosa cor-de-rosa,
por isso, vim contar-lhe meu segredo:
-Sendo regada fica mais airosa...
Atenção para não tocá-la ao dedo!
-
Rosa Amarela mostra mais cheirosa
se receber nos pés, só água cedo...
Quando plantada fica mais dengosa,
apaixonada prova ter enredo.
-
A Rosa Branca perde seu encanto
a cada dia, sofre, por descasos...
se for colhida, murcha esconde o pranto!
-
Jardim é belo, quando bem cuidado!
Não quero mais ver flor morrer nos vasos...
Rosa Vermelha lembra meu passado.
-
Belo Horizonte, 20 de março de 2013.
Início do Verão. 22°C. Ventando sem sol!
Tempo de Quaresma!Tempo de Reconciliação!
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/4199566
---***---