domingo, 1 de fevereiro de 2015

O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint - Exupèry - Cativar-Poemas de Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil



https://www.youtube.com/watch?v=lFGxgeyKc6U&list=RDlFGxgeyKc6U

-//-
O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint - Exupèry - Cativar
-//-


5764-VIVER É CORRER RISCO DE CATIVAR
-
Acróstico  Nº 5764
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
V-[Vou tentar cativar, viver perto de alguém!]
I-Importa é que não terei medo do risco...
V-Viver é enfrentar a dor causada pelo amor...
E-[É preciso saber enxergar bem o que se vê!]
R-Responsável quero ser, por quem cativar!
 -
É-{Essencial é invisível aos olhos...} Incrível!
 -
C-{Cativar é amar} diz-nos Antoine de Saint-Exupéry!
O-[Os adultos  querem reinar e serem admirados.]
R-Recontar estrelas, regar flor, hoje, sem cuidados;
R-Razoável, é analisar fartos enigmas apresentados:
E-Espinhos são protetores das flores, sem defesa!
R-Realmente, é misterioso o mundo das lágrimas!
 -
R-Raras são as pessoas que valorizam uma FLOR!
I-Importante é olhar, com os olhos do coração!
S-São as vaidades que criam o mal entendido!
C-Carregar não! Dar à mão ao ser mais sofrido!
O-O outro diminui a dor por dedicação e atenção!
-
Belo Horizonte, MG, às 21:34h, 1º de Fevereiro de 2015.


-//-

5765-QUERO VIVER E AMAR DE NOVO
-
Soneto-clássico-sáfico-heroico nº 5765
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
Quantas mulheres contam mil estrelas
para rever o sonho de uma luz;
a derradeira, entre todas elas
na mais brilhante força que seduz.
-
Também espero noites para vê-las:
-Chego à janela, esqueço minha cruz
e sou capaz de rir, feliz, entre elas,
na mais vibrante, todo amor conduz.
-
Ó minha linda ESTRELA, tu fugiste?
_Queres que eu pense que tu estás em PAZ?
Que em teu caminho, tenha a branca veste!
-
Atualmente, sou do GRUPO POVO! (Pobre!!!)
Se não me queres, eu serei capaz:
_Quero viver na terra e amar de novo.
-
Belo Horizonte, 2 de fevereiro de 2015.
-
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/5122828




------------------------------------*---------------------------------

REFLEXÕES COM ANTOINE DE SAINT- EXUPÈRY, in PEQUENO PRÍNCIPE (1943)
“Ter um amigo não é coisa de que todos podem gabar-se.” 
-
“É apenas com o coração que se pode ver direito; o essencial é invisível aos olhos.” 
-
 “Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.”
-
“Se tu vens às quatro da tarde, desde às três eu começarei a ser feliz.” 
-
“O verdadeiro homem mede a sua força, quando se defronta com o obstáculo.” 
-
“Não chore por ter perdido o pôr do sol, pois as lágrimas te impedirão de contemplar as estrelas.” 
-
“O mundo inteiro se abre quando vê passar a um homem que sabe aonde vai.” 
-
“Se tu amas uma flor que se acha numa estrela, é doce, de noite, olhar o céu. Todas as estrelas estão floridas.” 
-
“Eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E serei para ti única no mundo.” 
-
“Sou um pouco de todos que conheci, um pouco dos lugares que fui, um pouco da saudade que deixei e sou muito das coisas que gostei.” 
-
“Se queremos um mundo de paz e de justiça temos que pôr decididamente a inteligência a serviço do amor.” 
-
“A inteligência apenas vale ao serviço do amor.” 
-
Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a agente acorda e diz: "era só um conto de fadas..." E a gente sorri de si mesma. Mas, no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida. 
-
“Fiquei a meditar muito tempo na muralha. É em ti que a verdadeira muralha existe.” 
-
“É preciso que eu suporte duas ou três lagartas, se eu quiser conhecer as borboletas.” 
-
“A gente só conhece bem as coisas que cativou.” 
-
“A grandeza de uma profissão é talvez, antes de tudo, unir os homens: não há senão um verdadeiro luxo e esse é o das relações humanas.” 
-
Mostrei minha obra prima às pessoas grandes e perguntei se o meu desenho lhes dava medo. Responderam-me "Por que um chapéu daria medo?" Meu desenho não representava um chapéu. Representava uma jibóia digerindo um elefante. Desenhei então o interior da jibóia, a fim de que as pessoas grandes pudessem entender melhor. Elas têm sempre necessidade de explicações detalhadas
-
“O progresso do homem não é mais do que uma descoberta gradual de que as suas perguntas não têm significado.” 
-
Vale a pena refletir com o PEQUENO PRÍNCIPE
de Antoine de Saint-Exupéry.

 -//-