domingo, 23 de agosto de 2015

RESPEITO ÀS DIFERENÇAS-A HISTÓRIA DAS LARANJAS DOCES








RESPEITO ÀS DIFERENÇAS

A HISTÓRIA DAS LARANJAS DOCES

Em um reino distante daqui havia um rei que gostava de se alimentar muito bem. No seu café da manhã não podia faltar pães, queijos, bolos e principalmente, o suco de laranja, que às vezes era regado com mel para ficar ainda mais gostoso.

Logo depois do almoço, todos consumiam laranjas frescas, porque, segundo o rei, aumentava a longevidade e contribuía para uma boa digestão.

O rei era muito exigente e por isso todos faziam de tudo para agradá-lo.
Acontece que nas terras do reino não havia produção de laranjas suficiente para servir o palácio e por isso, o copeiro real vivia em apuros, buscando produtores de laranja nas terras vizinhas.

Um dia, logo cedo, houve uma grande confusão no pátio.
Dois produtores de laranja começaram a discutir.
Um produzia laranja-pera e o outro produzia laranja-lima.
O que produzia laranja-pera criticava o outro dizendo que laranja-lima era muito frágil e que não era boa para sucos porque era muito aguada.
O produtor de laranja-lima torcia o nariz e dizia que a laranja que ele produzia era excelente para a saúde porque era  leve, sem acidez e que era a mais consumida no reino e criticava o produtor de laranja-pera dizendo que se a laranja dele fosse boa, o rei não precisaria adoçar o suco com mel.
E cada um fazia fusquinha pro outro, criticando e apontando defeitos nas laranjas produzidas.

O estresse foi tanto que um derrubou o cesto de laranja do outro no chão e começaram a brigar seriamente.

Quando o copeiro chegou na portaria havia laranja espalhada por todo lado e era impossível separar as laranjas nos cestos, ficando todas misturadas.
Por conta da confusão, os arruaceiros foram presos e o copeiro teve muito trabalho para recolher as laranjas.

Na hora do café, o rei notou que o suco estava diferente dos outros dias e chamou o copeiro.
- O que aconteceu com este suco? O que ele tem de diferente?
- Vossa Majestade me perdoe se o suco não ficou do vosso agrado é que aconteceram alguns problemas com a entrega das laranjas.
- Mas o que aconteceu? perguntou o rei, já bastante irritado.
- Os produtores de laranja brigaram pois ficaram discutindo sobre qual laranja era mais doce e mais apreciada pelo rei.
- Eles sabem que diariamente V. Majestade toma suco de laranjas e que  depois do almoço, gosta de apreciar a laranja em gomos, na salada de frutas.  Eu sempre tomo o cuidado de selecionar as laranjas. Laranja-lima para a salada de frutas porque é mais doce e menos ácida e laranja-pera para o suco porque é tem um sabor mais marcante. Mas com todas as laranjas misturadas, foi impossível separar desta forma. Então, o suco que V.M. tomou foi feito com as duas espécies de laranjas.

O rei ficou muito bravo com aquela situação e exigiu que os dois homens fossem trazidos à sua presença.

Quando os dois produtores de laranja chegaram diante do rei, estavam nervosos e amedrontados, pois sabiam que o rei, embora justo, era muito bravo.
- Então vocês criaram problemas aqui, não é? Não tiveram respeito pelo alimento e ainda ficaram discutindo para saber qual era a laranja mais doce?
Os homens abaixaram a cabeça tremendo de medo. Como poderiam discutir com o rei?
O rei ordenou que fosse servido aos homens um copo de suco de laranja. Esperou que cada um terminasse e perguntou, com firmeza:
- O que os senhores acharam deste suco?
- Para mim está muito bom, Majestade.
- Está bem doce, respondeu o outro.

Então, o rei perguntou-lhe:
- O que torna este suco diferente?
- Diferente? Eu não poderia dizer, meu senhor. 
- É um suco de laranja, apenas isso.
- É um suco diferente dos que eu estou acostumado a beber. Quem produziu as laranjas deste suco?

Os homens não sabiam o que responder  e acharam melhor ficarem de cabeça baixa, mas, depois de um tempo, um deles resolveu perguntar:
- Qual laranja foi utilizada neste suco, Majestade?
- E qual a importância disso agora? perguntou o rei.
- Vocês gostaram do suco?
- Sim, Majestade. Gostamos.
- É impossível distinguir a espécie das laranjas utilizadas neste suco porque o copeiro não pode separar as laranjas que os senhores esparramaram no chão. Este suco está muito bom e o que importa é que não existe a laranja mais doce. As laranjas são diferentes e juntas fizeram um suco delicioso.

- A partir de hoje, vocês deverão trabalhar juntos  e produzirão laranjas-peras e laranjas-limas para que compreendam que na vida, o importante é o respeito pelo jeito de ser das coisas. Não precisa ter disputa pelo melhor lugar. Às vezes, é preciso apenas ter respeito pelas diferenças.

Os homens ouviram tudo o que o rei falou e saíram de sua presença com muita vergonha. Nunca tinham pensado naquilo. Tiveram uma briga horrorosa, foram presos e agora teriam que trabalhar o dobro para aprenderem a respeitar o trabalho do outro. 

Não adiantava brigar para saber qual era a laranja mais doce. A laranja era o que era. 
{O problema não estava na laranja.}
{ É preciso aceitar as pessoas como são...}
{O importante é respeitar o TRABALHO DO OUTRO.}
{A interação é importante no relacionamento interpessoal. }
{Ajude o caído hoje, por que amanhã será o seu dia de receber cooperação.}
{Solidariedade e educação tornam as pessoas melhores.}
{As laranjas são diferentes e juntas fizeram um suco delicioso.}

Durante muitos anos esta história foi contada no palácio e quando alguém começava a discutir sem motivo, o outro falava:


-"Cuidado! Olha a história da integração nas Laranjas Doces."

" RESPEITEM AS DIFERENÇAS. "

23/8/2015.