sábado, 5 de dezembro de 2015

FRANCISCO CAPELÃO DESCANSE EM PAZ-CONDOLÊNCIAS À FAMÍLIA

FAMÍLIA CAPELÃO EM BELO HORIZONTE
-


Família reunida: Juliana, Francisco, Maria Amélia,
Luiz, Daniel e Maria Vitória de Campos Ferreira Capelão e parentes
NOSSOS ABRAÇOS FRATERNOS.
"DEUS SABE O QUE FAZ"
-------------------------------------------*---------------------------------------



A FAMÍLIA FERREIRA CAPELÃO SABE CULTIVAR PÉROLAS A CADA DIA...


VAMOS REFLETIR COM OS TROVADORES:
-Por que chorar a partida,
de alguém que da terra vai?
-Além dos Muros da Vida,
existe a CASA DO PAI.
(autor desconhecido)
----------------------------*-------------------------


-




VALE A PENA RECORDAR:

132-MARIA VICTÓRIA CAMPOS FERREIRA CAPELÃO

Minha amiga, eu te batizo,
Maria Victória “Araújo”.
És minha irmã do sorriso
timoneiro e meu marujo.
No mar do meu sofrimento,
contra o vento a navegar,
nas marés do meu lamento,
no cais, me fazes chegar!
Tu me aconselhas bastante,
para o bem, para o perdão,
porque és muito atuante,
certos teus conselhos são.
Foste Rainha, Vitória,
na Expoarte portuguesa,
por tua beleza e história
em Portugal, de certeza.
Tudo chega, tu disseste
para quem sabe esperar
muita esperança puseste
e luz em meu  caminhar.
De Francisco, és Rainha,
para os filhos, mãe amável.
de D. Amélia, a filhinha,
para amigos, admirável.
Belo Horizonte, 14 de outubro de 2001
-
90-MARIA VICTÓRIA DE CAMPOS FERREIRA CAPELÃO

Acróstico Histórico-Biográfico Nº 0090
Por Sílvia Araújo Motta

M-Muitas  raízes nascidas em Trancoso
A-Alastram-se e tornam-se brasileiras,
R-Realidade por seu coração bondoso.
I-Irradia alegria, paz  e boas  maneiras,
A-Amiga  nascida  na Torre de Terrenho
 
V-Veio casar com Francisco  Capelão
I-Industrial de Portugal-ORMIMAQ
C-Com a  ORMIFRIO firma a atuação.
T-Tem  Juliana, Luis, Daniel e Amélia!

O-Ovaciona da Cidadã Honorária /BH
R-Reconhecida  na  Câmara  Municipal
I-Integrante da  Comitiva  Brasileira
À-A EXPO-98 em Lisboa/Portugal.
 
D-Digna  Sócia-Benemérita Árcade
E-Em atuação  na gestão “Marta  Nair”
 
C-Colaboradora  real indispensável,
A-A palestrante  Árcade do  tema
M-Muito aplaudido: “Oceanos, um
P-Patrimônio da Humanidade”...
O-Organizadora de Exposições/Painéis
S-Sua arte é portuguesa  na  realidade.

F-Foi ao Seminário em Buenos Aires
E-Em Grupo da Câmara de Comércio
R-Representativo da América  Latina.
R-Recebeu  títulos  com  Personalidades
E-Entre  Mulheres  Influentes de  Minas
I-Indicada  Jurada da Beleza de  Minas
R-Reconhecida entre “As Dez  Mais”
A-Ajuda a todos com seu humanismo.
 
C-Completou  uma  década-Presidente
A-Associada   à   Comissão  Feminina
P-Para  a  Comunidade  Luso-Brasileira
É-É  responsável-Colunista  no  Jornal
L-Lido quinzenalmente: MG  Turismo.
A-As excelentes sementes de  Portugal
O-Ostentam  no  Brasil  sua  VITÓRIA.
 
---***---


CÂMARA DE COMÉRCIO LUSO-BRASILEIRO

Sílvia Araújo Motta (Elos Clube de BH-MG)

Falar da Câmara de Comércio Luso-Brasileiro é pensar
em mais de duzentas Empresas, no Brasil, instaladas
com Capital, de origem portuguesa, sérias a trabalhar.

É valorizar a presença, de competentes luso-parceiros,
estimada em mais de um milhão de portugueses a morar,
entre os mais de cento e setenta milhões de brasileiros.

Falar da Câmara de Comércio Luso-Brasileiro é pensar
nos estreitos elos diplomáticos, de uma sólida unidade
na identidade da língua, costumes e cultura plurissecular.

É valorizar José Augusto Fortes Rebêlo, na Presidência
de integração permanente, social e intensa que enlaça
a expansão histórica  e fértil dos povos, pela sua eficiência.

-

CENTRO DA COMUNIDADE LUSO-BRASILEIRA

Sílvia Araújo Motta (Elos Clube de BH-MG)

Falar da Comunidade Luso-Brasileira é pensar
na entidade sócio-cultural e humanística de atuação
nonagenária de ideais lusíadas, pronta para ajudar.
É pensar nos ex-Presidentes Francisco Capelão,Gaspar,Quintão...
unidos ao Presidente Antônio Gomes da Costa, da Federação
das Associações Portuguesas e Luso-Brasileiras, em ação.

É pensar no Presidente, Antônio Manuel dos Santos Baltazar,
na Congregação de Luso-descendentes e na propagação
da Língua-Mater, dos valores éticos em busca da Paz e União.
---***---

---------------------*--------------------
FAMÍLIA CAPELÃO


HÁ 42 ANOS uma jovem portuguesa chegou a Belo Horizonte para visitar familiares que residiam na cidade. Dois meses depois Maria Vitória Campos Ferreira, aos 22 anos, casou-se com um jovem empresário português e fez da capital mineira seu endereço permanente. Criada em fazenda, com grandes jardins e muito espaço, foi morar junto de seu marido, Francisco Capelão, em um pequeno apartamento logo acima da empresa que ele tinha idealizado e fundado, a Ormimaq, localizada no bairro Barro Preto.
LONGE de seus familiares, de sua cidade natal e amigos, a agora, Maria Vitória Capelão, começou uma jornada nova e junto do seu marido trabalhou para que formassem uma família e uma empresa de sucesso. Com quatro filhos, em uma morada simples, ela cuidava e educava os filhos, além de ajudar no que podia com a loja.
O TRABALHO duro e a perseverança deram frutos, e hoje, a que uma vez foi uma simples jovem recém-chegada de Portugal é a matriarca de uma grande e bonita família. A empresa Ormimaq, especializada em produtos de refrigeração e automação para hotéis, bares e restaurantes e também em linha de presentes que inclui prataria, louças e porcelanas importadas, completou 52 anos e hoje é a única no mercado mineiro, com vários andares de produtos a serem oferecidos.
DE UM pequeno apartamento sobre a loja, a família se mudou para uma grande e linda casa, que atualmente é o xodó de Vitória. Lugar onde recebe seus filhos e netos para agradáveis almoços nos finais de semana. Cuida dos jardins e da manutenção da casa com todo cuidado e carinho.
Seus filhos, Luiz, Juliana, Daniel e Maria Amélia, engenheiros e veterinárias, são os responsáveis pela empresa hoje e cuidam do que os pais construíram, fazendo com que a Ormimaq cresça e permaneça no mercado por mais algumas gerações.
SEMPRE com grande consideração e dedicação Maria Vitória construiu uma jornada de sucesso na sociedade mineira, conquistando amigos em todos os cantos de Belo Horizonte. Já recebeu troféus e premiações por ser uma pessoa tão querida e ativa, sempre presente onde é chamada. Segundo ela, é com felicidade que atente ao chamado dos amigos. “É com grande satisfação que quando requisitada participo como patronesse dos eventos solidários”.
POR sua trajetória e conquistas a luso-brasileira Maria Vitória Capelão é a homenageada da Coluna Resenha Social, na comemoração dos 31 anos do Jornal Edição do Brasil e entrega do 26º Troféu Tancredo Neves.

COMEMORAÇÃO

O GRUPO PAD, comandado pelo empresário Alexandre Davis, realiza na próxima sexta-feira-2013, dia 28, a partir das 22h, no Espaço Porcão, uma grande comemoração em homenagem ao Dia do Mídia. A empresa, referência em comunicação visual e mídia exterior, planeja o evento para cerca de 200 seletos convidados que atuam em agências de publicidade e propaganda de Minas Gerais. O tema será “Peão Boiadeiro”, inspirado na festa de Barretos, com decoração e pratos típicos, além da apresentação da dupla sertaneja Victor e Fabiano e atrações surpresas. 
O EVENTO foi realizado no Ateliê da Bel Lar no Casa Raja Shopping e reuniu, aproximadamente, 20 profissionais que aproveitaram o momento para conferir as principais novidades do mercado trazidas pela Bel Lar. Ainda durante a noite, dez convidados foram presenteados com um par de convites para o cinema, após escolher as garrafas de água premiadas da campanha “Apoio à Arte Mineira”, na qual pretende associar a marca Bel Lar à cultura e à arte no Congresso da Inovação em Decoração e Design 2013, que será realizado esse mês em Tiradentes.

-

-