quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

108 ANOS EM 2017-CARMEN MIRANDA CENTENÁRIA LUSO-BRASILEIRA ARTISTA ECLÉTICA em 2009 Acróstico biográfico nº 2.225 Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brrasil





CARMEN MIRANDA CENTENÁRIA LUSO-BRASILEIRA ARTISTA ECLÉTICA em 2009

Acróstico biográfico nº 2.225
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil

C-CARMEN MIRANDA,imortal nasceu
A-Aos nove dias de fevereiro de 1909;
R-Região Norte de Portugal, Conselho de
M-Marco de Canaveses, Distrito:Porto,
E-Em Várzea da Ovelha e Aliviada,
N-Mas,infância brasileira e vida teatral...
 -
M-Mais tarde, nos Estados Unidos,
I-Irradia seu talento:dança e canta no
R-Rádio, Teatro de Revista, Televisão,
A-Até no Cinema, com sucesso total.
N-Nome real: Maria do Carmo Miranda
D-Da Cunha, com apelido mundial:
A-A “Pequena Notável” que encanta.
-
C-Centenário nascimento bem comemorado
E-Em Portugal e Brasil:Rainha do Carnaval;
N-Nas duas Escolas de Samba, tema especial.
T-Trabalhou na Rádio Belgrano,na Argentina;
E-E Rádio Mayrink Veiga, no Rio de Janeiro;
N-No Cassino da Urca, em vários Teatros
Á-Apresentou-se em 23 filmes. Fez Shows na
R-Rua da Lapa, Rua da Quitanda...e outras
I-Incríveis turnês, de carinho foi adornada,
A-Até pela sua idiossincrasia inconfundível.
-
L-Linda filha de José Maria Pinto Cunha,
U-Um barbeiro que gostava de ir às Óperas!
S-Sua mãe Maria Emília Miranda... São quatro
O-Os irmãos: Amaro, Aurora, Oscar, Cecília.
-
B-Bela estudante do Educandário Santa Teresa
R-Reconhecido “das Freiras” no Rio de Janeiro.
A-A primeira oferta de trabalho, aos 14 anos,
S-Serviu na “Loja de Gravatas” e mais tarde,
I-Interessada em atrair clientes, cantava na
L-“Loja da Chapelaria” por sugestão da irmã,
E-E, por isso, foi despedida, chegam a dizer.
I-Incógnita fotografia, na Seção de Cinema,
R-Realmente posta pelo jornalista Pedro Lima!
A-A partir de 1929, encantou Josué Barros...
-
A-Artista de estilo eclético, chamada primeira
R-Rainha do Movimento Cultural no Brasil:
T-Tropicalismo. Gravou na alemã Brunswick,
I-Inesquecível samba: “Não vá s´imbora”
S-“Se o samba é moda” em ritmo “choro”;
T-Também gravou “Triste Jandaia” “D.Balbina”
A-Alô, Alô, Carnaval, filme que estreou:1936.
 -
E-Estados Unidos e Brasil exibem documentários...
C-Com o Grupo Bando da Lua, no Street of Paris,
L-Logo aceitou o banquete na Casa Branca(USA)
É-Em presença do presidente Franklin Roosevelt.
T-Teve casamento desfeito com David Sebastian.
I-Independente, descasada, cantou em Las Vegas,
C-Cuba, etc. Faleceu em Beverly Hills, aos 46 anos,
A-Aos 5-08-1955. No Rio, funeral teve 500 mil fãs.
-
Belo Horizonte, 9 de fevereiro de 2009, centenário do nascimento de Carmem Miranda.
-
Publicação do poema:
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/1441606
-

DOODLE DE 09-02-2017

CARMEM MIRANDA NASCEU EM PORTUGAL E VEIO MORAR NO BRASIL ANTES DE COMPLETAR UM ANO DE IDADE




Poucas figuras no cinema e na música são mais emblemáticas do que a de Carmen Miranda. Vestidos coloridos, chamativos. Chapéus extravagantes, decorados com frutas e badulaques. Um jeito único de dançar: engraçado e ao mesmo tempo sensual, com as mãos para o alto ou segurando as saias. Carmen, que nasceu em Portugal, e emigrou para o Brasil antes de completar um ano de idade, está, sem dúvidas, no rol dos brasileiros mais conhecidos do mundo. Nesta quinta-feira, 108 anos atrás, a atriz, cantora e dançarina nascia e, por isso, o Google a homenageia hoje com um doodle.
-
Com uma carreira meteórica, Carmen Miranda morreu cedo, aos 46 anos, vítima de um ritmo intenso de vida, marcado por exageros no uso de soníferos e estimulantes que arruinaram seu organismo. Entre os anos 1930 e 1950, viveu entre Brasil e Estados Unidos depois de explodir com o sucesso O que é que a baiana tem?, apresentado no musical brasileiro Banana da Terra, em 1939. Foi a primeira vez que a atriz apareceu caracterizada de baiana, a personagem de roupas extravagantes que lhe trouxe fama mundial. No ano seguinte, em 1940, ela já estreava no cinema americano, no filme Serenata Tropical. Ao todo, participou de um total de 14 filmes produzidos nos Estados Unidos.

Durante sua ascensão, Carmen Miranda chegou a receber o maior salário pago para uma mulher nos Estados Unidos, além de ter se apresentado para figuras tão importantes quanto o presidente americano Franklin Roosevelt. Sua personagem extravagante, contudo, também foi alvo de críticas. Enquanto sua fama subia no mundo, no Brasil havia quem dissesse que “a baiana”, incorporada por Carmen, diminuía o samba ao apresentar uma mescla de estereótipos de tipos latinos exóticos. Tudo coisa para “americano ver”, diziam os brasileiros mais críticos da época.

A pressão sobre a originalidade de sua figura foi tamanha que, quando voltou ao país, em 1940, Carmen Miranda respondeu aos seus críticos com um de seus maiores sucessos, o samba Disseram que eu voltei americanizada. Na música ela se defende: “Mas pra cima de mim, pra que tanto veneno?/ Eu posso lá ficar americanizada?/ Eu que nasci com o samba e vivo no sereno/ Topando a noite inteira a velha batucada”. Ao final, se alguém quiser saber quem ganhou a discussão – se ela ou se seus críticos – basta dar uma olhada nas imagens do Carnaval, que começará daqui menos de três semanas. Sem dúvidas, não faltarão foliões fantasiados de Carmen Miranda

-
Fonte de pesquisa:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Carmen_Miranda


FILMOGRAFIA E DOCUMENTÁRIOS:

A Esposa do Solteiro(A Mulher da Meia-Noite) (1925)Produção de Paulo Benedetti-Direção e argumento: Carlo Campogalliani-Carmen Miranda, aos 16 anos.

Degraus da Vida (1930) Produção: Agra Filme; Direção — Lourival Agra. Carmen Miranda assinou contrato para participar neste filme, porém o mesmo não foi rodado.

O Carnaval Cantado no Rio (1932) - Produção: V.R. Castro Produtora
Produtor: Vital Ramos de Castro-Documentário de média-metragem — cenas reais do Carnaval no Rio.Primeira aparição de Carmen Miranda no cinema, como artista famosa.

A Voz do Carnaval (1933) - Produção: Cinédia-Direção — Adhemar Gonzaga e Humberto Mauro-Produtor: Adhemar Gonzaga
Carmen Miranda canta estes números ao microfone da Rádio Mayrink Veiga: "Moleque Indigesto" e "Good-Bye".

Estudantes (1935) Produção: Waldow-Cinédia-Direção: Wallace Downey-Produtores: Wallace Downey e Adhemar Gonzaga-Carmen Miranda cantou "E Bateu-se a Chapa" e "Sonho de Papel".

“Alô, Alô, Brasil” (1935)Produção: Waldow-Cinédia-Direção: Wallace Downey, João de Barro e Alberto Ribeiro-Produtores: Wallace Downey e Adhemar Gonzaga-Elenco:Carmen Miranda, Aurora Miranda, Dircinha Batista, Cordélia Ferreira, Elisa Coelho, César Ladeira, Francisco Alves, Barbosa Junior, Mário Reis, Jorge Murad, Custódio Mesquita, Almirante, Mesquitinha, Ary Barroso, Manoelino Teixeira, Arnaldo Pescuma, Manoel Monteiro, Afonso Stuart, "Bando da Lua", "Os 4 Diabos", Orquestra Simon Bountman.-Carmen Miranda cantou "Primavera no Rio"


“Alô, Alô, Carnaval”, filme que estreou em 1936.Produção: Waldow — Cinédia-Direção: Adhemar Gonzaga-Produtores: Wallace Downey e Adhemar Gonzaga-Carmen Miranda canta "Querido Adão" e "Cantores de Rádio"

“Banana da Terra” (1938)-Produção-Sonofilmes-Direção: João de Barro-Carmen Miranda canta "Pirolito" (com Almirante) e "O Que É Que A Baiana Tem".

“Laranja Da China” (1939)-Produção — Sonofilmes S/A
Direção, argumento e roteiro: Ruy Costa-Produtores: Wallace Downey e Alberto Byinton-Música: Ary Barroso, Benedito Lacerda, Dorival Caymmi, João de Barro, e outros-Inclusão do mesmo número cantado por Carmen no filme anterior, "O Que É Que A Baiana Tem".

“Serenata Tropical”("Down Argentine Way", 1940)-Produção: Fox (colorido)-Diretor: Irving CummingsProdutor: Darryl F.Zanuck-Elenco:Betty Grable, Charlotte Greenwood, Don Ameche,Carmen Miranda, Bando da Lua e outros.Canções de Carmen Miranda: "South American Way", "Mamãe Eu Quero", "Bambu Bambu", "Touradas Em Madrid".

“Uma Noite No Rio” ("That Night In Rio", 1941)-Produção: Fox (colorido)Diretor: Irving Cummings-Produtor: Fred Kohlmar
Canções de Carmen Miranda: "Chica Chica Boom Chic", "Cai Cai", "I, Yi, Yi, Yi, Yi, (I Like You Very Much)".

"Férias nas Montanhas", (1942), de Irving Cummings,

“Minha Secretária Brasileira” ("Springtime In The Rockies, 1942")
Produção: Fox (colorido)-Diretor: Irving Cummings-Produtor: William Le Baron-Canções de Carmen Miranda: "Chattanooga Choo Choo", "O Tique-Taque do Meu Coração".

“Entre a Loura e a Morena”("The Gang’s All Here", 1943)
-Produção: Fox (colorido)-Diretor: Busby Berkeley
Produtor: William Le Baron-Canções de Carmen Miranda: "Aquarela do Brasil", "The Lady In The Tutti Frutti Hat’, "Paducah", "You Know You’re In New York" "A Journey To A Star" (com todo o elenco).

"Sinfonia de Estrelas" (1943), de Busby Berkeley, filme no auge do Technicolor e um dos mais conhecidos de Carmen Miranda.

“Serenata Boêmia" (1944), de Walter Lang, musical em que Carmen Miranda interpreta a cartomante Princesa Querida e canta "O que é que a baiana tem".

“Quatro Moças Num Jeep”("Four Jills In A Jeep, 1944")Produção: Fox (preto e branco)-Diretor: William A. Seiter-Produtor: Irving Starr
Canção de Carmen Miranda: "I, Yi, Yi, Yi, Yi (I Like You Very Much)".

“Serenata Boêmia”("Greenwich Village", 1944)-Produção: Fox (colorido)-Diretor: Walter Lang-Canções de Carmen Miranda: "O Que é Que a Baiana Tem"

“Alegria, Rapazes”("Something For The Boys", 1944)Produção: Fox (colorido)Diretor: Lewis Seiler-Produtor: Irving Starr--Canções de Carmen Miranda: "Batuca Nêgo", "Samba Boogie", "Wouldn’t It Be Nice?".

“Sonhos de Estrela”("Doll Face", 1945)-Produção: Fox (preto e branco)-Diretor: Lewis Seiler-Produtor: Bryan Foy-Canção de Carmen Miranda: "True to the Navy" (deletada do filme), "Chico-Chico (from Porto Rico)".

THE ALL-STAR BOND RALLY("The All-Star Bond Rally", 1945)-Produção: Office of War Information-Carmen Miranda se encontrava no auge de sua carreira, como artista feminina mais bem paga do showbiz
"A Canção da Felicidade" (1946), de Lewis Seiler.

SE EU FOSSE FELIZ-("If I’m Lucky", 1946) Produção: Fox (colorido)-Diretor: Lewis Seiler-Produtor: Bryan Foy-Canções de Carmen Miranda: "Batucada", "Follow The Band", "Bet Your Bottom Dollar".

COPACABANA("Copacabana", 1947) -Produção: United Artists (preto e branco)-Diretor: Alfred E. Green-Produtor: Sam Coslow
Canções de Carmen Miranda: "Tico Tico", "How To Make A Hit With Fifi", "Let’s Go To Copacabana", "Je Vous Aime", "I Haven’t A Thing To Sell" (com Andy Russel).

“O Príncipe Encantado”("A Date With Judy", 1948) -Produção: Metro (colorido)-Diretor: Richard Thorpe-Produtor: Joe Pasternack
Canções de Carmen Miranda: "Cuanto Le Gusta","Cooking With Glass", "It’s A Most Unusual Day" (com o elenco).

ROMANCE CARIOCA("Nancy Goes To Rio", 1950)-Produção: Metro-colorido)-Diretor: Robert Z. LeonardProdutor: Joe Pasternack
Canções de Carmen Miranda: "Yipsee-I-O", "Baião".

MORRENDO DE MEDO-("Scared Stiff", 1953) Produção: Paramount (preto e branco)-Diretor: George Marshall
Canções de Carmen Miranda: "San Domingo", "The Bongo Bingo", "The Enchilada Man".Divertida comédia, refilmagem de "Ghost Breakers" (1940)

"O Castelo das Surpresas" (1953), de George Marshall, o último filme de Carmen Miranda, feito dois anos antes da sua morte, que conta com a participação de Jerry Lewis e Dean Martin.

Documentários:

"Carnaval com Carmen Miranda" documentário de Maria Guadalupe e Jorge Ilelli, de 1969.

“Carmen Miranda”-Produção: Brasil, 1969-Direção: Jorge Ileli-Série-Brasilianas - Volume 13-Mídia tipo: VHS

“Hooray For Hollywood”("Um Viva para Hollywood", 1976) Produção: Cinamco, Inc. (colorido e preto/branco) Mídia tipo: DVD (USA)

“Milton Berle - The Funny Fifties” ("Milton Berle - Os Cômicos Anos 50", 1989) Produção: (preto e branco) Apresentação: Milton Berle Mídia tipo: VHS (USA)

“It´S All True” ("Tudo é Verdade", 1993)  Produção: Paramount Pictures/Les Films Balenciaga (preto e branco) Diretor: Richard Wilson, Myron Meisel, Bill Krohn Mídia tipo: VHS e DVD

“Bananas Is My Business” ("Bananas Is My Business", 1994)-Produção: Helena Solberg e David Meyer (colorido e preto/branco)
-Diretor: Helena Solberg-Mídia tipo: VHS e DVD

“That's Entertainment” - VOL. 3("Isto é Entretenimento", 1994)
Produção: Warner Home Video (colorido e preto/branco)-Direção:-Michael J. Sheridan, Bud Friedgen-Mídia tipo: VHS e DVD (USA)

“America Entertains The Troops” ("América Entretem As Tropas")
Produção: Oficial do Governo Americano (colorido/P&B)Mídia tipo: VHS (USA

“Hidden Hollywood” Vol I e II-("Hollywood Hispânica", 1999)
Produção: Passport International-Colorido e preto/branco
Mídia tipo: DVD (USA)

“Hispanic Hollywood”-("Hollywood Hispânica", 1999) -Produção:-Passport International-Colorido e preto/branco-Mídia tipo: DVD (USA)

“Biography Carmen Miranda”-("Biografia - Carmen Miranda",-2000)-Produção: A&E Television (colorido e preto/branco)-Mídia tipo: VHS e DVD (USA)

“Hollywood Musicals of the 40's”-("Musicais Hollywoodianos dos -Anos 40", 2001)-Produção: Koch Entertainment D-(colorido e-preto/branco)-Mídia tipo: DVD (USA)

“The Bronze Screen”-("A Tela Bronze", 2003)-Direção: Susan Racho /-Alberto Domínguez-(colorido e preto/branco)-Mídia tipo: DVD (USA)

Fonte:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Carmen_Miranda
-


CURIOSIDADES:

O que Carmen Miranda tem?

1. Apesar de ter sido reconhecida como símbolo internacional do Brasil no exterior, Carmen nasceu em Marco de Canaveses, em Portugal. Ainda muito pequena, veio morar no país e, então, foi criada na Lapa carioca.

2. Em 1925, largou os estudos e começou a trabalhar como balconista em lojas. Em uma delas, aprendeu a fazer chapéus, o que foi determinante para a criação de seus futuros looks.

3. Ela foi considerada a primeira artista multimídia do Brasil. Além de cantar, também dançava e atuava. Por isso, chegou a trabalhar no rádio, no cinema, na televisão e no teatro de revista.

4. Em 1933, tornou-se a primeira cantora a assinar contrato com uma rádio. O salário era de dois contos de réis ao mês.

5. Apesar de gostar muito de tango, Carmen Miranda apostou na gravação de marchinhas, que ficaram eternizadas pelas apresentações icônicas e sua voz peculiar.

6. Ao longo da carreira, Carmen ganhou alguns apelidos. “A Pequena Notável” (pelos seus 1,52m de altura), “The Brazilian Bombshell” (a bomba brasileira, em tradução livre) e “Embaixatriz do Samba”.

7. Ela era tão adorada pelas massas que chegou a virar boneca de papel e personagem de desenho da Disney.

8. Miranda chegou a ser a mulher mais bem paga do showbusiness norte-americano e, em 1944, recebeu o equivalente a R$ 9 milhões (valores de hoje).

9. Fez muito sucesso em países da America Latina e nos Estados Unidos, especialmente antes da Segunda Guerra Mundial.

10. Em 1940, apresentou-se na Casa Branca, em uma festa para o Presidente Roosevelt, pelo seu sétimo ano na presidência dos Estados Unidos.

11. No mesmo ano, ao retornar ao Brasil, foi acusada de ser usada como instrumento para a política de boa vizinhança dos americanos. Além disso, diziam que Carmen estava “americanizada”. Como resposta, lançou a música Disseram Que Eu Voltei Americanizada.
-
12. Carmen Miranda morreu na madrugada de 5 de agosto de 1955, em Los Angeles, depois de gravar um programa de televisão e sofrer um ataque cardíaco. O seu corpo foi velado por 60 mil pessoas, na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, e sepultado no Cemitério de São João Batista, com mais de 500 mil acompanhando o cortejo. Ela tinha apenas 46 anos.
-
http://mdemulher.abril.com.br/famosos-e-tv/carmen-miranda-curiosidades-pequena-notavel/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.