domingo, 10 de julho de 2011

EDIR CARVALHO TENÓRIO-FALECIDO-GALERIA DOS ESCRITORES IMORTAIS DA ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL-SECCIONAL ESTADUAL MINAS GERAIS-ALB-MG




---------------------------------------------------





----------------------------------------------------



----------------------------------------------------

ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL
SEÇÃO-MINAS GERAIS

(Falecido) †
11- EDIR CARVALHO TENÓRIO
Escritor Imortal na ALB-MG(†)
Nascido em 15-10-1942 e falecido em 15-5-2011.
Nome aprovado no site oficial da ALB_MG
Será empossado in memoriam.

PATRONO: JOÃO PINHEIRO

Assinou o termo de adesão `ALB-MG em setembro de 2010: Sou escritor e aceito os termos do Estatuto e Regimento Interno da Academia de Letras do Brasil
-
Poeta, Árcade, Rotariano.com diversos títulos de Mestre e PHD, assumiu com simplicidade, seu humanismo:
Relato pessoal mostra o surgimento da Poesia, vinculada à alma cartesiana do Engenheiro. A natureza deu-lhe com chave de ouro, lugar de destaque com poder sensorial.Homem íntegro, excelente Profissional, o mundo dos outros é dele também.Seu lirismo com rimas ou não apresenta-se “E vê no Cristo-Semelhante, o incenso no turíbulo ardente de sua vida”
“O avesso e o real, quando entendidos revelam-se irmãos de um mesmo caminho.”Professor Universitário, atuante na UEMG.
Sócio-Efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais. Cadeira 85 do Patrono: Álvaro Astolfo da Silveira.Posse em 7-4-2001- Cadeira 18 da Arcádia de Minas Gerais empossado em 4 de dezembro de 2002-Patrono Moacyr Andrade

ESCREVEU VÁRIOS LIVROS: REVELAÇÕES: HISTÓRIA E FILOSOFIA DA POESIA.;OPUS 6;MUNDO AVESSO COM O PSEUDÔNIMO JOÃO MARIA.

(Excerto do poema da Acadêmica Árcade Silvia Araújo Motta:Edir nasceu na Terra de Bom Conselho...de Pernambuco, presença marcante, inesquecível professor e palestrante...recitando poemas de versos cantantes...com cantigas mineiras, agora, na eternidade...ao lado dos Amigos do IHGMG, Rotarianos, Árcades, que em verdade, voltaram à Casa do Pai Celestial...As ações humanísticas que plantou logo se transformarão no espaço tangível, Histórico e Geográfico transcendental...O seu lugar na Academia de Letras do Brasil teve aprovado.Trouxe para Minas Gerais, sua marca de sabedoria, e de homem que buscou conhecimento a mais...Nossa lágrima, sem querer, ainda rola quente O seu olhar, ainda está nítido em nossa mente...Repouse entre imortais! Sua Missão está cumprida!Iluminado pelo BEM MAIOR, o privilégio é seu, ostentando o Troféu da PAZ e da morte vencida!)

Um dos LIVROS PUBLICADOS:
LÁ, MINA DE OUTROS LA...RES.
Editota Santa Clara. Contagem.2006.
Poesia Brasileira.
96 p. Autor: Edir CarvalhoTenório.
(Prof.Dr.Universitário-Mestre PhD.)







----------------------------------------------
















-//-

A Escola de Design lamenta o falecimento no último dia 16 do professor e pesquisador Edir Tenório que deixa saudades e lembranças entre seus colegas e amigos.
-
Prof. Edir Tenório
Pedimos ao colega Renato Castro que escrevesse algo para homenagear o professor Edir:

Edir, recebeu o chamado de amor, e o atendeu positivamente.
Era a hora da transformação, do recomeço.
Ele aceitou o chamado sem apego à vida, esta vida que conhecemos.
Se mostrou eterno e foi devolvido à natureza.
A vida é cíclica, transitória.
De tempos em tempos trocamos de vestimenta, na roda do renascimento.
É a hora, o momento de celebração de gratidão à vida.
 
Todos nós temos o tempo necessário na terra, e depois voltamos para nosso lar.
As experiências na vida são as oportunidades para crescer.
EDIR nos deixou um legado, uma energia vital.
Deixou um rastro de amor, carinho, singeleza, conforto, ânimo, amizade, sinceridade, dedicação.
EDIR o poeta, o historiador, o homem da madeira, o entusiasta, o pesquisador, o escritor, o dono das tartaruguinhas.
Cabe-nos agora praticar o desapego e aceitação.

Passamos pelo momento do silêncio, do companheirismo, do ouvir o outro.
Agora estamos mais unidos, felizes por termos tido a oportunidade de dividir o espaço da vida com o EDIR.
Vem a recordação de momentos felizes, alegres e outros nem tanto.
Conversamos sobre as questões inacabadas, o que ficou por ser dito, escutado, feito e compartilhado.
É a conscientização da necessidade de recuperar nossa capacidade de auto-sustentação.
Estamos remontando nossa vida, reconstruindo nossa auto-imagem.

EDIR é energia, perene, como todos nós.
Essa é a realidade que se avizinha, que nos conduz, que nos reanima, que nos põe na caminhada.
Dirigimos nossa energia positiva para EDIR e assim buscamos nossa auto-cura.
EDIR agora é iluminação, consciência suprema, no despertar final.
Nosso carinho, amor, compreensão e respeito aos seus familiares.

EDIR nos deixa bela fala:
Não busco porto.
Não adianta parar quando a vida caminha sempre.
Não me sinto inseguro.
O desejo é navegar.
Vê o hoje.
E o possível amanhã.
O viver exige não procrastinar o navegar. (Edir Carvalho Tenório,1996)

Renato Castro, maio 2011

-