terça-feira, 27 de setembro de 2016

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

History of tea in the UK. Google Doodle for the 358th Anniversary of Tea...





-
 The Search Engine Google is showing an animated Doodle in U.K for marking the 358th Anniversary of Tea in the UK.
-
Publicado em 22 de set de 2016
The Search Engine Google is showing an animated Doodle in U.K for marking the 358th Anniversary of Tea in the UK.

Tea drinking is a thoroughly British pastime, whether it’s a mug of steaming builder’s tea or a delicate cup and saucer served with cucumber sandwiches. It’s not known when the first cup of a Tea was enjoyed in the UK, but it is known that the first advert for tea in England appeared on this date in a publication from 1658 describing it simply as a “China Drink.” A couple of years later, English Naval Administrator Samuel Pepys wrote about drinking tea in his diary entry from 1660.

Chinese tea was reportedly drunk by Europeans as early as the 16th century, a trend spearheaded by Dutch and Portuguese traders. British coffee shops were selling tea in the 17th century, though drinking it was considered an expensive, upper-class privilege. By the 19th century, The East India Company was using fast ships called tea clippers to transport leaves from India and China to England’s docks. The Cutty Sark is the only surviving clipper of its kind and can still be visited in Greenwich.

As tea became more readily available, dedicated tea shops began popping up throughout Britain, becoming favorite spots for daytime socialising. Tea was well on its way to becoming a British tradition.

Read Google Doodle's blog post about 358th Anniversary of Tea in the UK at https://www.google.com/doodles/358th-...
Read the History of tea at https://en.wikipedia.org/wiki/History...

Read about Tea in in UK at https://en.wikipedia.org/wiki/Tea_in_..
-
 358th Anniversary of Tea in the UK
-
https://en.wikipedia.org/wiki/History_of_tea
-

-

-

terça-feira, 20 de setembro de 2016

SETEMBRO AMARELO-Tem tratamento-Depressão tem cura.É uma doença.

SONETO À VERDADE- (XXIV da Série) SER HUMANO CONSTRÓI SEU DESTINO - Noneto-Poético-Teatral Nº 51-Soneto-nº 6.171 Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil-Comentando Texto de KLinger Sobreira de Almeida

-



SONETO À VERDADE- (XXIV da Série) SER HUMANO CONSTRÓI SEU DESTINO
-
Noneto-Poético-Teatral Nº 51-Soneto-nº 6.171
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
Árcade-Parceira-Assessora na ALJGR/PMMG,
-
Interação-interpretativa da reflexão de
Klinger Sobreira de Almeida:
Rastreando a Verdade:
(SER HUMANO-Construtor do seu Destino)).
-
A trajetória humana pede Amor,
como expressão da força que pratica
o despertar da mente e seu valor;
na Regra Áurea, pura essência fica.
-
Lei do Universo rege com penhor!
Iluminados não merecem crítica;
a vida não é fim, não posso opor,
a evolução mental constrói, suplica!
-
Todo ser nasce para ser feliz!
Obras do Bem trarão portais divinos...
Ação do mal retorna a ser raiz.
-
Seres afins se atraem é verdade
com livre-arbítrio mudam seus destinos.
Felicidade é fruto da Vontade.
-
(*)METODOLOGIA deste SONETO
Soneto-Clássico-sáfico-heroico; com sílabas fortes//
na 4ª, 6ª, 8ª; 10ª sílabas - Rimas: ABAB, ABAB,CDC, EDE;
Noneto com 9 solos: jogral-teatral-toante-cantante-poético:
CORO:Rimas: AACEE-somente uma voz com apenas 5 instrumentos musicais.
SOLOS: Rimas: BAB-BAB-DC-D-9 vozes acompanhadas por solos de instrumentos musicais.
(Noneto musical criado por Villa Lobos)
(Noneto poético recriado por Silvia Araújo Motta)
Mensagem conclusiva no 14º Verso. (Último verso do segundo terceto).
-
-
O HOMEM CONSTRÓI SEU DESTINO
-
TROVAS de nº 2.180 a 2.206
 Por Sílvia Araújo Motta ALJGR/PMMG-BH-MG-Brasil
-
TROVA nº 2.180
O Destino é o porvir
na vida entre o Ser e o Ter;
cabe ao homem construir
os desejos que eleger.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-

TROVA nº 2.181
Livre-arbítrio é uma potência
da criação hominal,
tem Vontade e Inteligência
faz o Bem ou faz o mal.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.182
Trilha humana para o Bem:
é uma Regra Áurea vital;
LEI não perdoa ninguém
que só praticar o mal.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.183
Em "maktub" já foi dito
que o destino era "joguete"
que o previsto "estava escrito":
-Não há Verdade que aceite.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.184
Na vida de qualquer povo
a metafísica aprova:
-Que no infinito está o NOVO;
 é o que a Ciência não prova.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.185
Felicidade é  viagem
à meta cósmica, enfim,
na “Boa Nova” é passagem:
-E o transformismo em mim.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.

-
TROVA nº 2.186
A potência da Vontade
leva ao “Caminho do Meio”
emerge a Felicidade
que faz morada no seio.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.187
Reto Ser e o Fazer
não devem ferir ninguém;
o que pode acontecer,
depende do mal ou Bem.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.188
Só a retidão constrói
pelo AMOR, sem egoísmo!
Ah! Como a maldade dói,
se é errado o determinismo.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.189
Alcança a serenidade
só quem sabe colocar
em seu destino, a Verdade;
Amor deve praticar.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.190
Destino bem construído
parte da Alma e Coração;
quando o mal é destruído
dá lugar à evolução.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.191
É preciso sufocar:
impulso...animalidade;
Destino vai retornar
fruto da realidade.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.192
É uma cadeia que oprime,
viver desonestidade;
a Compensação exprime
o plasma da Liberdade.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.193
Riqueza é MEIO e não FIM
para alcançar o desejo
sem desapego, assim,
ricos frustrados, eu vejo.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.194
Nos planos do CRIADOR,
bom uso do livre-arbítrio,
fará tudo por AMOR,
GLÓRIA e PODER formam o trio.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.195
É livre a Vontade humana,
mas a sua decisão,
da Consciência emana:
_Vai depender da Razão.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.196
Livre-arbítrio é faculdade
que exige Ponderação
"A ignorância da Verdade
é um Mal" dizia Platão.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-

TROVA nº 2.197
Descartes deu-nos lição
entre o Falso e o Verdadeiro;
pensar bem antes da ação:
_Eis o caminho primeiro.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.

-
TROVA nº 2.198
Cristo ensina: _Só a Verdade
liberta o homem do mal;
por Amor à humanidade
deu Exemplo Universal.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.200
Em Gênesis, Deus criou
humanos à sua Imagem,
no livre-arbítrio deixou
seu Exemplo na Mensagem.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.201
_Deuterônimo? O Cristão
deve seguir Mandamentos ,
mas deve ter atenção,
para escolher pensamentos.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.202
Eclesiastes determina
razão para se esforçar,
na Bíblia, a lição ensina
a Voz de Deus escutar.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.203
Um presente valioso
Mateus permite escolher:
_Amar nosso Pai bondoso,
um bom fruto faz colher.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.204
Do livre-arbítrio, o mau uso,
em SALMOS, Deus não tolera:
_Quem planta o mal, sente o abuso,
porque nenhum Bem espera.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.
-
TROVA nº 2.205
Na vida, diz Sri Shankar:
-Há certa combinação;
meu Destino vai mudar
se eu fizer boa opção.
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.º
-
TROVA nº 2.206
LUCAS usa a alegoria
do "Filho que volta ao lar"
-Teve perdão e alegria;
parábola faz pensar!
Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.º
-
http://www.recantodasletras.com.br/trovas/5742659
-



______________________________*_____________________________
Caros Confrades e Confreiras,

Rastrear a Verdade –incógnita fugidia! – é uma tarefa que exige humildade e perseverança. Não podemos, no curso da garimpagem, erigir axiomas ou querer nos colocar num patamar de infalibilidade. Com este espírito, envio-lhes à reflexão o tema XXIV: SER HUMANO→Construtor do Seu Destino.  Especulação metafísica ancorada em pensadores e mestres, cuja interpretação pessoal está, como sempre, aberta à crítica e ao contraditório.

Com esta leitura reflexiva, desejo-lhes uma semana auspiciosa em realizações.



Klinger Sobreira de Almeida – Cel. Ref./PMMG

Membro Fundador da Academia de Letras João Guimarães Rosa

Membro Correspondente da Academia Valadarense de Letras
-



Rastreando a Verdade(XXIV)
SER HUMANO→Construtor do Seu Destino
“A vida é uma combinação de destino e livre-arbítrio. A chuva é o destino, a possibilidade de se molhar, ou não, é sua.” -  Sri Sri Ravi Shankar
O que é Livre-Arbítrio? Pensamento e Vontade são potências da alma. Ensejam ao homem – ser inteligente da criação – jornadear pelos sítios da travessia de forma ativa e proativa: fazendo acontecer... Mas essa dinâmica da vida é matizada por uma faculdade: o Livre-Arbítrio, ou seja, liberdade plena de escolha nos meandros entre o Ter e o Ser. Isto é bem compreendido parafraseando a música de Gilberto Gil: Meu caminho pelo mundo eu mesmo traço. “Deus” me deu o esquadro e o compasso.
O que é destino?  É porvir – do homem, stricto sensu, e, da humanidade, lato sensu. Sequência de acontecimentos, previstos ou imprevistos, que vão ocupar lugar ou incidir, temporal e/ou espacialmente, na vida individual ou dos povos.
 O homem é construtor do seu destino? Ou, na linha do maktub (estava escrito), é mero joguete do destino?  Eis a grande questão, cuja resposta implica em sair do finito e devassar no além, nas dimensões infinitas... Elucubrar em searas da metafísica.
O homem é, na essência, uma alma em trajetória cósmica, nascida no berço do Amor. Trajetória longa!  Em dimensões não concebíveis por nossa mente limitada, mas que indaga, especula e apreende nas revelações dos Espíritos iluminados: Krishna, Hermes, Lao Tsé, Sócrates, Cristo, que nos proporcionaram a mensagem direta. Outros, das vastidões siderais, lançaram verdades que jorraram nestes milênios. Felicidade! Eis o destino que assinala o retorno da viagem cósmica. O Ser Humano nasce para ser feliz! É a boa nova que os mensageiros sinalizaram para a travessia humana.
Cumpre ao homem alcançar a felicidade, que, como meta cósmica, insculpe-se em sua consciência. Então, o pensamento vagueia, o livre-arbítrio ondula, e a vontade lhe segue. Grande parte, apesar de conhecer a lei do trabalho, fraqueja, e prefere a inércia, a passividade ou fuga diante da luta. Outros sabem a trilha, mas os apelos das benesses mundanas são mais fortes. Alguns se enveredam no mal.
Inferências desta digressão metafísica: 1) a trajetória rumo à felicidade é inexorável; 2) se a alma escolhe o caminho do amor e nele persiste, fará um voo ascensional; 3) se, ao contrário, deixar-se engolfar pelas ilusões mundanas: riquezas, honrarias e poder – estará sempre em retrocesso; 4) se enveredar-se no mal e tornar-se fator de tormentas, crimes e destruição, ao invés de subida, cairá no abismo; 5) se, diante das provas e dificuldades, revelar passividade, permanecerá estagnada.
Na seara individual da travessia humana, os exemplos são muitos. Pessoas nascidas em ambientes desfavoráveis – às vezes na mais horrível miserabilidade – fazem emergir, de dentro delas, a potência da vontade, e devassam os horizontes da emancipação de Ter. Se permanecerem no “Caminho do Meio” (tema VIII), a felicidade virá. No entanto, a maioria dos humanos tropeça, cai... Ou inebria-se com as coisas mundanas, ou fica a rastejar, esperando o impulso do tempo.
Os povos ou nações – constelação de potências da alma – são construtores de seus destinos. Às vezes, chegam ao apogeu. Porém, deslumbram-se nas águas do poder. Matam, roubam, destroem e escravizam os mais fracos; tecem um carma coletivo, derrapam e sofrem.
Em suma: subir rumo à felicidade, ou descer, retardando; estagnar, atrasando; ou crescer para avançar: opções do ser humano. Tudo isso encontra eco na narrativa alegórica da Parábola do Filho Pródigo – Lc 15:11-32 – e na assertiva do Mestre dos Mestres:  “... aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as farás maiores do que estas...” – Jo 14:12
Klinger Sobreira de Almeida – Militar Ref./PMMG – membro fundador ALJGR

-

http://academiadeletrasdobrasildeminasgerais.blogspot.com.br/2016/09/soneto-verdade-xxiv-da-serie-ser-humano.html

-
SAIBA MAIS...
Abrindo o site: