terça-feira, 15 de agosto de 2017

DEUS E UNIVERSO DE PIETRO UBALDI-MISSIONÁRIO CRISTÃO ITALIANO (18AGO1886-29FEV1972) - Acróstico-Informativo - Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil

-

-


-
DEUS E UNIVERSO DE PIETRO UBALDI-MISSIONÁRIO CRISTÃO  ITALIANO
(18AGO1886-29FEV1972)
-
Acróstico-Informativo Nº 6545
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
D- Deus existe! É o Princípio Único na ideia que persiste:
E- É Ordem! É a Lei Maior, poderosa no Centro do Universo!
U-Universo é uma Unidade que abarca tudo o que existe;
S-Seccionada no eterno vir-a-ser, apresenta 3 aspectos:
 -
E-Estático, dinâmico e mecânico. Universo é finito; tem
 -
U-Um movimento com equilíbrio contínuo, orgânico, complexo,
N-No transformismo fenomênico; tudo que existe tem seu
I-Inverso, sem o que é incompleto. DEUS é o Criador infinito.
V-Vale refletir que a PAZ reside dentro de nossa alma;
E-Estar em união com DEUS é estar com Paz de espírito.
R-Referência palestrante no Brasil, desde 1951, Pietro com
S-Sua família veio residir em Santos, em 08 de dezembro/52:
O-O berço espiritual da Nova Civilização do Terceiro Milênio.
 -
D-DEUS é o Princípio de Bondade, Verdade, Justiça e Amor;
E-“Eu Sou o que Sou” na plenitude da Paz, Poder e Abundância.
 -
P-Pietro Ubaldi nasceu em 18/AGO1886, em Foligno (Itália);
I-Inclinação pelo Franciscanismo, desde os tempos da infância,
E-E, pela BOA NOVA de Cristo. O místico da capital da Úmbria
T-Teve Educação, com rigor de uma vida palaciana, mas após
R-Revelação recebida sobre “Evolução” levou-o a ser útil aos homens.
O-O voto de pobreza, após 16 anos de casado, com três filhos,
 -
U-Uma nova postura assumiu, em 1931. Foi Professor e Missionário;
B-Bem aceitas suas Grandes Verdades, em Obra de 24 volumes:
A-A suprema beleza reside no conceito da pura LEI de DEUS.
L-Ligado à “SUA VOZ”, Médium, Mensageiro de Cristo, previu o fim
D-De sua Obra=Natal /71. (Livro Profecias), Morreu: 29/FEV/1972.
I-Indispensável é o conteúdo da Revelação da Boa Nova, neste século.
-
M-Muitos estudiosos da obra completa do italiano Pietro Ubaldi
I-Informam, com certeza, que o EVANGELHO CRISTÃO
S-Sistematiza o único parâmetro de sua VIDA, aqui na terra;
S-Sereno, buscou a VERDADE, da Grande Síntese, na união de
I-Inúmeras religiões, filosofias e teorias modernas de todos
O-Os tempos, em torno do MESTRE de todos os séculos...
N-No décimo livro de Pietro Ubaldi “DEUS E UNIVERSO”
Á-A visão de ORDEM TEOLÓGICA apresenta avançada
R-Revelação capaz de revolucionar nossa relação pessoal
I-Impressionante, de elevação da consciência durante a vida.
O-O XXII Congresso Nacional Pietro Ubaldi acontece em
---Belo Horizonte, de 25 a 27 de agosto de 2017;
Na Casa de Retiros São José, na Rua Itaú, 475,
Bairro Dom Bosco. Informações são adquiridas:
http://ubaldideuseuniverso.seucongresso.com.br
-
Fonte de referências: Obras de Pietro Ubaldi.
Jornal O Tempo-Publicado: Em 15/08/17 - 03h00
Ana Elizabeth Diniz-Especial para O Tempo
http://www.otempo.com.br/interessa/di%C3%A1logos-sobre-o-universo-1.1508770
-
Belo Horizonte, terça-feira, 15 de agosto de 2017,
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/6085032
-
https://academiadeletrasdobrasildeminasgerais.blogspot.com.br/2017/08/deus-e-universo-de-pietro-ubaldi.html


segunda-feira, 14 de agosto de 2017

ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL-SEÇÃO MINAS GERAIS-(21-9-2010) Fundada:11-6-2011-Instalação:23-08-2011: SONETO À VERDADE XLV-RETER É PERECER - Noneto-Poét...

ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL-SEÇÃO MINAS GERAIS-(21-9-2010) Fundada:11-6-2011-Instalação:23-08-2011: SONETO À VERDADE XLV-RETER É PERECER - Noneto-Poét...: - SONETO À VERDADE XLV-RETER É PERECER - Noneto-Poético-Teatral Nº 77-Soneto nº 6.544 Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil (*) Inter...

SONETO À VERDADE XLV-RETER É PERECER - Noneto-Poético-Teatral Nº 77-Soneto nº 6.544 Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil (*)

-

SONETO À VERDADE XLV-RETER É PERECER
-
Noneto-Poético-Teatral Nº 77-Soneto nº 6.544
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil (*)
Interação-interpretativa da reflexão de
Klinger Sobreira de Almeida, Cel.PM.Ref.
-
Khalil Gibran e seu "PROFETA" fala
que a natureza explica o pleno dar;
ao viajor que colhe o fruto e cala,
apanha a flor, que encanta seu olhar.
-
Mestre dos Mestres, Cristo exclui a gala;
na Caridade exalta o Ser a Amar;
tesouro que se guarda sem ter mala,
com livre-arbítrio, colhe o que plantar.
-
De nada adianta o rico ter a queixa;
semente boa, luta contra o mal;
na terra cresce, morre e tudo deixa.
-
Riqueza e honras tal qual nuvens passam...
Somente fica o Bem, valor real!
na doação sem pena, mãos se enlaçam.
-
Belo Horizonte, 15 de agosto de 2017.
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/6084022
-
(*)Soneto-Clássico-sáfico- heroico; com sílabas fortes na 4ª, 6ª, 8ª; e 10ª sílabas - Rimas: ABAB, ABAB, CDC, CDC; Noneto com 9 solos: jogral-teatral-toante-cantante-poético: CORO:Rimas: AACEE-somente uma voz com apenas 5 instrumentos musicais . SOLOS: Rimas: BAB-BAB-DC-D-9 vozes acompanhadas por solos de instrumentos musicais. (Noneto musical criado por Villa Lobos). (Noneto poético recriado por Silvia Araújo Motta). Mensagem conclusiva no 14º Verso( Último do segundo terceto).

https://academiadeletrasdobrasildeminasgerais.blogspot.com.br/2017/08/soneto-verdade-xlv-reter-e-perecer.html


-


DÁDIVA

Prezadas leitoras,
Relatório da OXFAM, dados do Fórum Econômico Mundial, em Davos, Jan16:  “1% mais rico da população mundial detém, atualmente, mais riquezas que os 99% restante ( ...) 62 pessoas, as mais ricas do mundo, têm um patrimônio de US$ 1,7 trilhão, o equivalente ao mesmo valor que detêm 3,6 bilhões de pessoas, a metade mais pobre da população mundial...” O mundo dispõe de excesso de produção de alimentos, mas a fome campeia e mata.
RETER→É Perecer... A leitura do livro O Profeta, de Gibran Khalil Gibran, fornece a inspiração neste Rastreamento da Verdade em seu capítulo XLV.
Fraternalmente,

Rastreando a Verdade(XLV)
RETER→É Perecer
O título – uma verdade! – está contido na lição “A Dádiva”, da obra máxima de Gibran Khalil Gibran: O PROFETA.
O iluminado autor nos fala da vida. Da doação contínua e permanente que recebemos para viver na plenitude: o calor, a água, o ar... Fala-nos da natureza realizando-se na dádiva: perfume, alimento, abrigo, segurança...
Para viver, o viajor terrestre recebe em abundância... Interage com o mundo mineral, e ele lhe dá insumos fundamentais. Com o mundo vegetal, que lhe proporciona uma variada gama de necessidades básicas. Com o mundo animal, do qual frui inumeráveis benesses e, quase sempre, até o sacrifício da própria vida do doador.
Dotados de inteligência, no bojo das potências da alma, que lhes foram  concedidas no fenômeno incognoscível da criação, os homens,  interagindo nas esferas vitais da vida – reinos mineral, vegetal e animal – produzem, constroem, descobrem, remanejam, utilizam, alteram, sucateiam, destroem...
Na faina do viver, os mais sagazes, mas de baixo nível consciencial, juntam muitos Teres. Acumulam – na ilusão de que tudo lhes pertence – bens materiais; deleitam-se nos prazeres. Querem, mais e mais, e nada oferecem. Não percebem que, na ânsia incontida, tomaram haveres dos “irmãos”, deixando-os à míngua. Inebriados na  profusão de Teres, ignoraram a meta suprema: Ser.
Quem recebe tem o dever de dar. Se não o faz, entra em colisão com a Lei Regente: o Amor. O homem não sabe disso? Estranho! Os grandes avatares, em ciclos sucessivos, têm dado mensagens bem claras. De Lao Tse a Buda, ensina-se o valor da dádiva; riquezas e honras são coisas perecíveis – atrativos ao ego, que podem ruir a qualquer momento e, inapelavelmente, ao final da travessia: a morte.
Na torrente benfazeja das ensinanças milenares, emergiu há dois mil anos um andarilho da verdade – o sábio incomparável, Mestre dos Mestres: Jesus, o Cristo.  Suas mensagens diretas ou, pedagogicamente, estruturadas em linguagem figurada: alegorias ou metáforas, atravessaram os tempos, e permanecem inabaláveis, independente de corrente religiosa ou vertente filosófica/metafísica. Apenas algumas:
(1) Mateus 6:19-21, a afirmação, de uma clareza meridiana: não juntar tesouro na terra, sujeito à corrosão e à subtração; único tesouro imperecível é o de natureza espiritual. (2) Lc 12:16-21, eis que o ricaço, agregando excessivamente, morre de repente, e tudo deixa. (3) Lc 16:19-31, o drama do rico sovina, queimando no “fogo do inferno” e clamando pelo socorro do mendigo que ele desprezara.
Há uma verdade inquestionável: ao final da travessia humana – fugaz diante da eternidade – nada se leva de material. Somente os valores morais/espirituais imperecíveis, obtidos ou enriquecidos, acompanham a Alma em sua trajetória cósmica. Por que, então, reter? Por que não se realizar na dádiva? É a ignorância que campeia. Se o ignorante abrisse os horizontes da mente, entenderia que “Reter é Perecer” no caminho espiritual. É perda de oportunidade de crescimento.

Klinger Sobreira de Almeida – Mil. Ref/Efetivo-Fundador ALJGR/PMMG 


-

5975-GIBRAN KHALIL GIBRAN E O PRAZER
-
Acróstico nº 5975
Por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
G-Gibran Khalil Gibran, nasceu aos 16/03/1883:
I-Inteligência exacerbada, desde criança em
B-Bicharre, aldeia na região do norte libanês;
R-Reconhecido mestre da Sabedoria ensinou
A-A Arte de Viver, pela conquista da PAZ
N-Nutrida na contemplação da BELEZA;
 -
K-Know-How do autoconhecimento e
H-Habilidade, necessários ao interior,
A-À luz da compreensão, superior ao
L-Lamento desnecessário à mudança,
I-Incomparável do pensamento,
L-Levado ao estímulo pela esperança.
 -
G-Garantidos o PRAZER e o DESEJO
I-Inspiram a CANÇÃO da LIBERDADE,
B-Bem afinada na pauta, sem remorso!
R-Recomeçar? Não vejo nenhum mal:
A-"Amanhã poderá vir o omitido hoje"
N-Nas notas dissonantes do Bem e Mal!
---Khalil faleceu 10/04/1931/NY, 47 anos!---
-
Belo Horizonte, 11 de julho de 2015.
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/5307721
-

[...]

Para que chorar o que passou,
lamentar perdidas ilusões...
Se o ideal que sempre nos acalentou
renascerá em outros corações.
                       Charles Chaplin
-
EXCERTO DO CAPÍTULO DO LIVRO O PROFETA DE GIBRAN KKHALIL GIBRAN

“E agora vós perguntais em vosso coração:
‘Como distinguiremos o que é bom no prazer do que é mau?’
Ide, pois, aos vossos campos e pomares e,
lá, aprendereis que o prazer da abelha
é sugar o mel da flor,
mas que o prazer da flor é entregar o mel à abelha;
pois, para a abelha, uma flor é uma fonte de vida
e, para a flor, uma abelha é uma mensageira de amor...
E, para ambas, a abelha e a flor,
dar e receber o prazer é uma necessidade e um êxtase.
Povo de Orphalese, nos vossos prazeres, imitai as flores e as abelhas.”
-//-

http://academiadeletrasdobrasildeminasgerais.blogspot.com.br/2015/07/eternallychaplin-tema-luzes-da.html

THAYS BRITO PENIDO AOS 35 ANOS-PARABÉNS EM BH/MG/BRASIL


     THAYS BRITO PENIDO-AMAMOS VOCÊ!

Acróstico para minha nora Thays
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG
-
F-Fazer anos é brindar o viver
E-Em sintonia com o Pai-Criador:
L-Limite humano para agradecer
I-Inesgotável fonte de paz, amor e
Z-Zelo à família que lhe viu nascer!
 -
A-Aniversário é data de alegria!
N-Nos recônditos, a alma, em verdade
I-Irradia a pauta perfeita da sinfonia:
V-Vale a pena viver! Curtir a Felicidade
E-É valorizar  cada momento bom vivido,
R-Realizar com prazer, de modo diverso
S-Sonhos em  busca de algo preferido,
Á-Ao observar a natureza e o universo;
R-Razões para fazer um verso e abraçar...
I-Irmanados com Deusdedit podemos cantar
O-O PARABÉNS A VOCÊ, hoje e sempre:

“PARABÉNS A VOCÊ / NESTA DATA QUERIDA,
MUITA FELICIDADE/ MUITOS ANOS DE VIDA”
(*)Nota:
A letra do PARABÉNS A VOCÊ, em Língua Portuguesa é de BERTA CELESTE HOMEM DE MELLO, Farmacêutica, Professora e Poetisa nascida aos 21-03-1902 em Pindamonhangaba, São Paulo, e que venceu em 1941, um concurso na Rádio Nacional do Rio de Janeiro, para a composição da letra em português do "Happy Birthday to You". Ela faleceu em Jacareí (SP) de infecção pulmonar aos 97 anos, aos 16 de agosto de 1999. Segundo Ruben Levy Homem de Mello,  num encontro familiar, a sua tia Berta comentou:  “Quem canta – como muita gente faz – “Parabéns prá você, nessa data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida”, está cometendo três erros ( gravíssimos, asseverava dona Berta ): na primeira linha, o certo é “Parabéns a você”. Na segunda, o correto é “nesta”, e não “nessa”. E, na terceira, “muita felicidade” é singular e não plural. Felicidade é um estado de espírito; felicidades, plural, não existe. O que existe é um maior ou menor grau de felicidade." Vale praticar o conhecimento adquirido!


-