segunda-feira, 23 de maio de 2016

SILÊNCIO ATRAI DEUS Noneto-Teatral Filosófico Nº 48-Soneto Nº 6.149 Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil (*)

-



6.149-SILÊNCIO ATRAI DEUS
Noneto-Teatral Filosófico Nº 48-Soneto Nº 6.149
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil (*)
-
Uma oração que ecoa ao cosmos liga...
É uma verdade: _Deus é causa à messe!
Vida é imortal na lição correta, antiga:
-Essência pura, vence infinda aquiesce.
-
Sem tambor, nem sino, sem barulho, siga!
Com pensamentos bons, a luz renasce!
Sem distração, sem pressa... Quer? Prossiga!
Parta em silêncio! Sua força nasce!
-
Sabedoria não completa... não!
O guardião e o guia morrem enfim:
Mundo visível, "cães de palha" ao chão.
-
Calar atrai Deus: Vida e eterno Amor!
Somente os vivos tem princípio e fim!
Ao invisível, sábio dá valor.
-
Belo Horizonte, 22 de maio de 2016.
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/5642791
-
(*)Soneto-Clássico-sáfico-heroico; com sílabas fortes//
na 4ª, 6ª, 8ª; 10ª sílabas - Rimas: ABAB, ABAB,CDC, EDE;
Noneto com 9 solos: jogral-teatral-toante-cantante-poético:
CORO :Rimas: AACEE-somente uma voz com 5 instrumentos musicais apenas.
SOLOS: Rimas: BAB-BAB-DC-D-9 vozes acompanhadas
por solos de instrumentos musicais.
(Noneto musical criado por Villa Lobos)
(Noneto poético recriado por Silvia Araújo Motta)
Mensagem conclusiva no 14º Verso (Último do segundo terceto).
-
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/5642791
----------------------------------------