quarta-feira, 15 de maio de 2013

CIRURGIÃO VASCULAR-OBSTRUÇÕES -12º da Série: Corpo Humano/Saúde#Doenças - Acróstico-informativo Nº 5125 Por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil -



CIRURGIÃO VASCULAR-OBSTRUÇÕES
 -12º da Série: Corpo Humano/Saúde#Doenças
-
Acróstico-informativo Nº 5125
Por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
C-Cirurgião Vascular que trata
I-Inicialmente das queixas
R-Relatadas pelos pacientes:
U-Uma resposta clínica é
R-Realizada após Exames que
G-Garantem ao Angiologisa
I-Indicar se a conduta será
Ã-A Cirurgica ou não.
O-Os procedimentos endovasculares tem
-
V-Várias técnicas que são precisas!
A-As artérias podem apresentar
S-Sequência de bloqueios do
C-Caminho natural do SANGUR,
U-Ligados à ISQUEMIA dos tecidos:
L-Levando ao infarto do miocárdio,
A-Ataque Isquêmico Transitório(AIT)
R-Revelação Acidente Vascular Cerebral.(AVC)
-
O-O Aneurisma da Aorta Abdominal é
B-Bem comum em caso da dilatação;
S-Surge a Arterisclerose com a idade
T-Tratada como doença evolutiva e progressiva;
R-Refer-se ao bloqueio dos SANGUE:
U-Um vaso dilatado pode ser diagnosticado,
Ç-Concebido potencialmente GRAVE;
Õ-O ROMPIMENTO DO VASO
E-E conseqüente HEMORRÁGICA
S-Sempre chamado de aneurismo Roto.
-
Belo Horizonte, 15 de maio de 2013.
-
Saiba mais:
 - Aterosclerose, Arteriosclerose, Ateriolosclerose
- úlceras arteriais
- AVC (Acidente Vascular Cerebral) decorrente de estenose de carótida (isquemia cerebral de origem extracraniana)
- Pé Diabético
- Claudicação (dor ao caminhar, decorrente da isquemia, diminuição da circulação sangínea periférica)
- Aneurismas Arteriais, tanto da Aorta abdominal quanto de outras localizações
- tromboses arteriais
- isquemia de membros inferiores
- obstrução arterial aguda
- desbridamentos e amputações (cirurgia mutilantes mas potencialmente salvadora de vidas)
- fasciotomias
- arterites e vasculites
Leia mais em: http://www.amato.com.br/consultorio-medico/content/o-que-angiologia-e-cirurgia-vascular-e-cirurgia-endovascular-trata



Imagem: SÉRIE ATLAS VISUAIS. O corpo Humano. Ed. Ática, 1997.
Funções do sistema cardiovascular
  • transporte de gases:  os pulmões, responsáveis pela obtenção de oxigênio e pela eliminação de dióxido de carbono, comunicam-se com os demais tecidos do corpo por meio do sangue.
  • transporte de nutrientes: no tubo digestório, os nutrientes resultantes da digestão passam através de um fino epitélio e alcançam o sangue. Por essa verdadeira "auto-estrada", os nutrientes são levados aos tecidos do corpo, nos quais se difundem para o líquido intersticial que banha as células.
  • transporte de resíduos metabólicos: a atividade metabólica das células do corpo origina resíduos, mas apenas alguns órgãos podem eliminá-los para o meio externo. O transporte dessas substâncias, de onde são formadas até os órgãos de excreção é feito pelo sangue.
  • transporte de hormônios: hormônios são substâncias secretadas por certos órgãos, distribuídas pelo sangue e capazes de modificar o funcionamento de outros órgãos do corpo. A colecistocinina, por exemplo, é produzida pelo duodeno, durante a passagem do alimento, e lançada no sangue. Um de seus efeitos é estimular a contração da vesícula biliar e a liberação da bile no duodeno.
  • intercâmbio de materiais: algumas substâncias são produzidas ou armazenadas em uma parte do corpo e utilizadas em outra parte. Células do fígado, por exemplo, armazenam moléculas de glicogênio, que, ao serem quebradas, liberam glicose, que o sangue leva para outras células do corpo.
  • transporte de calor: o sangue também é utilizado na distribuição homogênea de calor pelas diversas partes do organismo, colaborando na manutenção de uma temperatura adequada em todas as regiões; permite ainda levar calor até a superfície corporal, onde pode ser dissipado.
  • distribuição de mecanismos de defesa: pelo sangue circulam anticorpos e células fagocitárias, componentes da defesa contra agentes infecciosos.
  • coagulação sanguínea: pelo sangue circulam as plaquetas, pedaços de um tipo celular da medula óssea (megacariócito), com função na coagulação sanguínea. O sangue contém ainda fatores de coagulação, capazes de bloquear eventuais vazamentos em caso de rompimento de um vaso sanguíneo. e
 http://www.afh.bio.br/cardio/Cardio1.asp

---***---



http://www.doisneuronios.com.br/wp-content/uploads/2011/09/sistema-circulat%C3%B3rio.jpg


-//-