terça-feira, 9 de junho de 2015

SAM 002-Poema com versos livres Nº 5928 -RAIVA QUEIMA A PRÓPRIA PAIXÃO-Por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil

-
RAIVA QUEIMA A PRÓPRIA PAIXÃO
-
SAM 002-Poema com versos livres Nº 5928
Por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
A RAIVA torna cego o SER;
Ser humano que vê perder:
-Perder o controle do agir,
agir sem analisar emoções
emoções que vão sem controle,
controle que consegue chegar...
Chegar a uma situação trágica;
trágica ao ponto de ter ódio,
ódio que é oposto ao AMOR:
-Amor que sempre vai esperar
esperar ter a compreensão...
Compreensão que se deixa levar...
Levar fé à nova perspectiva,
perspectiva de dizer palavras!
Palavras impensadas pesam,
pesam a base potencial,
potencial para poder superar,
superar a verdadeira prisão
prisão de quem, numa ocasião...
Ocasião de alguma fraqueza,
fraqueza sem tolerância...
Tolerância tem paciência!
Paciência é valor interior;
interior que não guarda RAIVA;
raiva que conduz o rancor,
rancor que gera ressentimento,
ressentimento que traz aversão:
-Aversão velada da ofensa,
ofensa por animosidade!
Animosidade causa reação,
reação de um simples CARVÃO:
-Carvão que acende a BRASA,
brasa que tem a intenção...
intenção de ser jogada em alguém,
alguém que te perturbou;
perturbou até tua SAÚDE,
saúde da alma e do coração,
coração que ferve de paixão,
paixão que é chama crescente,
crescente e que se torna CEGA,
cega de tristeza e de decepção.
Decepção traumática que alega...
-Alega quase perder a cabeça;
cabeça que te faz sofrer e recuar,
recuar sem medo e preconceito,
preconceito sem ter inimigo...
Inimigo requer teu PERDÃO!
Perdão solicita compaixão
compaixão, pesar, piedade,dor,
dor que queima a própria mão.
---BUDA TEM TODA RAZÃO!---
Belo Horizonte, 10 de junho de 2015.
-
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/5272008

-