segunda-feira, 31 de agosto de 2015

JABORANDY Morre Brasileiro Comandante do Exército em Missão de PAZ da ONU, no Haiti. General José Luiz Jaborandy Júnior -Homenagem póstuma nº 6032 Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil

IN THE WORLD PARLAMENT OF SECURITY AND PEACE-ECOSOF/ONU


http://ireport.cnn.com/docs/DOC-1267709



-------------------------------------*-----------------------------------

JABORANDY [ General  José Luiz Jaborandy Júnior, AOS 57 ANOS ]

Morre Brasileiro Comandante do Exército em Missão de PAZ da ONU, FORÇA DE PAZ, no Haiti, 30 de agosto de 2015. 

Homenagem póstuma nº 6032 
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.








-
Fibra de Herói

LETRA: TEÓFILO DE BARROS FILHO MÚSICA: GUERRA PEIXE
-
Se a Pátria querida for envolvida Pelo inimigo, na paz ou na guerra Defende a terra Contra o perigo, Com ânimo forte se for preciso Enfrenta a morte Afronta, se lava com fibra de herói De gente brava. Bandeira do Brasil Ninguém te manchará, Teu povo varonil Isso não consentirá. Bandeira idolatrada Altiva a tremular, Onde a liberdade É mais uma estrela A brilhar.
...............................................................................*.............................................................................






MORRE GENERAL JABORANDY-EXÉRCITO BRASILEIRO-NO-HAITI
-
Homenagem póstuma nº 6032
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil
-
M-Morre Oficial General de Divisão, (57 anos)
O-O Exmo. Sr. José Luiz Jaborandy Júnior,
R-Reconhecido Comandante de Missão da ONU;
R-Residia no Haiti, desde março de 2014.
E-Exército Brasileiro está de luto nacional!
 -
G-Garantiu desempenho, dedicação, humildade,
E-E o diferencial do AMOR à PROFISSÃO MILITAR.
N-Nascido em 1958, casado, ingressou no Exército,
E-Em 1976! Formou-se Oficial de Infantaria(1979)
R-Referência atualmente, na MINUSTAH-HAITI,
A-Aprovada pela Resolução Nº 1542/2004, ONU
L-Levando Tropas e Policiais para a Missão de Paz
 -
J-Jovens e profissionais que podem contribuir com
A-A Segurança do cidadão local e ordem democrática;
B-Bem-sucedidos, contra gangues que agiam livres,
O-O contingente multinacional também atuou
R-Resgatando a emergência Humanitária, em 2010,
A-Após o terremoto, durante a fase crítica local.
N-No Parlamento, JABORANDY atuou na ONUCA
D-Da América Central, em 1991; na ONUSA-El Salvador:
Y-Yes, em 1992. Fez Cursos no Brasil e em Portugal.
---AGORA, QUE ELE DESCANSE EM PAZ NA ETERNIDADE!---
-
Belo Horizonte, 31 de agosto de 2015.
http://www.recantodasletras.com.br/acrosticos/5366553
-
http://academiadeletrasdobrasildeminasgerais.blogspot.com.br/2015/08/fibra-de-heroi.html



http://www.otempo.com.br/capa/mundo/morre-o-brasileiro-comandante-da-miss%C3%A3o-da-onu-no-haiti-1.1100529
-

Morre brasileiro comandante de missão da ONU, no Haiti.
General do Exército, José Luiz Jaborandy Júnior tinha 57 anos.
-





31/08/2015 01h14 - Atualizado em 31/08/2015 04h31

Morre brasileiro comandante de missão da ONU, no Haiti.

GENERAL DO EXÉRCITO, JOSÉ LUIZ JABORANDY JÚNIOR TINHA 57 ANOS.

Militar ocupava o cargo desde março do ano passado.
-
INFORMAÇÃO:
A informação da morte foi confirmada ao G1 pelo filho do militar. 
Jaborandy teria sofrido um infarto fulminante durante uma viagem do Haiti a Manaus, onde iria conhecer sua neta, nascida há poucos meses. Ainda não há informações sobre o funeral do general.


CARREIRA
Antes de atuar no Haiti, a última missão de Jaborandy foi comandar a 8ª Região Militar, em Belém (PA), ligada ao Comando Militar do Norte. Ele ingressou no Exército Brasileiro em 1976 e se formou pela Escola de Comando e Estado-Maior do Brasil e pelo Instituto de Estudos Superiores Militares de Portugal.

Jaborandy também já serviu como assessor parlamentar do Gabinete do Comandante do Exército. Além de ter sido observador militar do Grupo de Observação das Nações Unidas na América Central (Onuca), em 1991, e da Missão de Observação das Nações Unidas em El Salvador (Onusal), em 1992.

Fonte:


-//-


30/08/2015
COMUNICADO DE FALECIMENTO!
NOSSO EXÉRCITO BRASILEIRO ESTÁ DE LUTO!
PERDEMOS UM DOS MAIS HONRADOS GENERAIS DO NOSSO PAÍS!
NOSSOS SENTIMENTOS A TODOS OS FAMILIARES.
MUITO TRISTE ESSA NOTÍCIA!!!
"O MOTIVO DA CAUSA DO FALECIMENTO AINDA NÃO FOI OFICIALMENTE DECLARADO MAS SEGUNDO INFORMAÇÕES A CAUSA SE DEVE A UM INFARTO"
Uma pequena Homenagem a esse grande Militar do Exército Brasileiro o Excelentíssimo Senhor General de Divisão "JABORANDY"!.
Atualmente era o Force Commander na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH), onde desempenha um trabalho com profissionalismo, dedicação, humildade e o grande diferencial.... AMOR à sua profissão!!
A (MINUSTAH) foi criada pela Resolução nº 1542 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, em 30 de abril de 2004. Desde então, a convite da ONU, o Brasil contribui com tropas e policiais para a Missão. Desde o primeiro Force Commander , General Augusto Heleno até o atual General de Divisão José Luiz Jaborandy Júnior, todos os comandantes da MINUSTAH foram oficiais generais brasileiros.
A MINUSTAH está no Haiti a pedido do Governo local e lá se mantém por interesse haitiano. A Missão busca contribuir para a segurança do povo local e ajudar a manter a ordem democrática. Desde a chegada do contingente multinacional, houve duas eleições presidenciais, e a fase crítica de emergência humanitária pós-terremoto de 2010 foi superada.
Do ponto de vista da garantia da segurança, a Missão tem sido bem-sucedida, especialmente contra gangues que antes agiam livremente na capital, Porto Príncipe, sobretudo nas zonas de Belair, Cité Soleil e Cité Militaire, segundo dados da ONU e do próprio governo do Haiti.
Nascido em 1958, casado, o General Jaborandy ingressou no Exército em 1976. Formou-se oficial de Infantaria em 1979 e se distinguiu na carreira militar ocupando uma série de postos de comando. Como general de brigada, esteve à frente da 2ª Brigada de Infantaria de Selva de 2010 a 2011, sendo então nomeado chefe de Estado-Maior do Comando Militar da Amazônia. Após ser promovido ao posto atual em 2013, Jaborandy assumiu o comando da 8ª Região Militar.
O general é formado pela Escola de Comando e Estado-Maior do Brasil e pelo Instituto de Estudos Superiores Militares de Portugal. Jaborandy serviu como assessor parlamentar do Gabinete do Comandante do Exército e foi observador militar do Grupo de Observação das Nações Unidas na América Central (ONUCA) em 1991 e da Missão de Observação das Nações Unidas em El Salvador (ONUSAL) em 1992.

https://www.facebook.com/exercitobrasileiro2015/posts/972047692859234
-//-

Ex-comandante do CMA, general José Luiz Jaborandy morre aos 57 anos durante voo a Manaus

Atuando como comandante da Força de Paz no Haiti, o militar vinha de Miami a Manaus para visitar a família quando sofreu um infarto fulminante
Manaus (AM), 31 de Agosto de 2015
-
Morreu, na noite deste domingo (30), o general brasileiro José Luiz Jaborandy Júnior, de 57 anos, comandante da Força de Paz no Haiti. Ele faleceu após passar mal num voo entre Miami, nos Estados Unidos, e Manaus - o militar vinha ao Brasil visitar a família e conhecer a neta recém-nascida.
O general começou a passar mal ainda no início do voo e chegou a receber atendimento médico dentro da aeronave. Com cerca de uma hora de voo, o avião retornou a Miami, onde constataram a morte de José Luiz. A suspeita é de um infarto fulminante.
“O General José Luiz Jaborandy Júnior vinha em uma dispensa normal como comandante das tropas no Haiti. Ele estava vindo de Miami para Manaus onde a sua esposa e seus dois filhos os aguardavam, inclusive para que ele conhecesse a neta mais nova que ainda não conhecia. Ele estava em um ritmo de trabalho muito intenso devido à missão pacificação e a reconstrução dos nossos irmãos haitianos. Missão essa muito importante para o Exército e para o mundo como um todo", disse o general Guilherme Theophilo, atual comandante do CMA, em nota enviada à imprensa.
"Um capitão do Exército que estava na aeronave tentou reanimá-lo com procedimentos básicos de primeiros socorros. A aeronave voltou ao aeroporto de partida onde o corpo foi desembarcado e encaminhado ao IML local. Nós estamos com o apoio do embaixador
A esposa do General Jaborandy, Sra. Liliane, juntamente com os filhos estão embarcando de Manaus às 13h para Maceió. A maior parte da família General Jaborandy, que vive no Recife, no Estado de Pernambuco, também está se deslocando para Maceió.do Haiti e do nosso adido militar dos Estados Unidos, General Leonel, para liberação do corpo que será enterrado em Maceió, Alagoas", continua o comunicado.
O general atuava como comandante da Força de Paz no país caribenho desde 15 de março de 2014, quando substituiu o general Edson Leal Pujol. Antes disso, ele chefiou o Comando Militar da Amazônia (CMA), com sede em Manaus. Sua família continua morando na capital amazonense.
"É uma perda muito grande porque o General Jaborandy era um Amazônida. Os netos e os filhos estão radicados em Manaus. Ele comandou o CIGS, comandou a 2ª Brigada onde fez muitos amigos, foi chefe do Estado-Maior do CMA na gestão do General Villas Bôas, que hoje é o atual comandante do Exército. O General Jaborandy já tinha o Amazonas como seu estado natal. Seria até o futuro comandante da Amazônia já pelo seu conhecimento e pelo brilhantismo da sua carreira, do profissionalismo, do homem sério, da família bem constituída.  Então, é uma perda muito grande para nós que trabalhamos no Exército Brasileiro na Amazônia e, por que não dizer, uma grande perda para o mundo, já que o trabalho dele na ONU estava sendo tão reconhecido que ele foi reconduzido por mais um ano", lamentou o general Theophilo. 
 A missa de sétimo dia será realizada na Igreja de Nossa Senhora do Sameiro, no bairro da Ponta Negra
-
Fonte:
http://acritica.uol.com.br/noticias/Ex-comandante-CMA-Jose-Jaborandy-Manaus_0_1422457746.html